CACB

  1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / FACMAT

Programa Empreender fortalece micro e pequenos de Cuiabá

Durante a visita, foi anunciado o aditamento do subsídio para manter o programa por mais quatro meses em Mato Grosso

11 de julho de 2017 - 16:41

Empreender

Empresários dos Núcleos Setoriais de Beleza e Estética e de Autopeças do Programa Empreender em Cuiabá participaram de uma reunião de acompanhamento presencial da equipe do Empreender Nacional. Durante a visita foi anunciado o aditamento do subsídio para manter o programa por mais quatro meses em Mato Grosso. A expectativa, a partir do ano que vem, é que cada núcleo seja autossustentável, como já acontece em alguns estados do país. A reunião foi no dia 06 de julho, na sede da Associação Comercial de Cuiabá (ACC).

O Empreender é um programa da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), em parceria com o Sebrae, que visa o fortalecimento das micro e pequenas empresas ao reunir empresários de um mesmo município nos chamados Núcleos Setoriais. Neles, os empresários discutem seus problemas e buscam soluções conjuntas com apoio de um profissional vinculado à entidade empresarial. O programa funciona no Brasil há mais de 20 anos, tendo atendido aproximadamente 70 mil empresas em todas os estados.

A visita técnica em Mato Grosso, segundo o coordenador executivo CACB, Carlos Rezende, busca analisar as metas do programa em cada região do estado. Cuiabá foi a quarta cidade a ser visitada, depois de Tangará da Serra, Sinop e Colíder. “O Empreender está indo bem. No momento de crise no país conseguimos subsidiar 60 núcleos em cinco estados. Esperamos que as empresas se ajudem entre si”, completou. Ele veio acompanhado do consultor da CACB, Renato Rossi.

O presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Mato Grosso (Facmat) e da ACC, Jonas Alves, falou do quanto o programa tem contribuído para o fortalecimento dos pequenos empresários mato-grossenses. “O aditamento do subsídio vai permitir a continuidade das ações que estão sendo desenvolvidas. Estamos trabalhando focados no crescimento do programa e para que ele seja autossustentável”, afirmou, ao dizer que o sonho é ter uma estrutura maior, com um grande número de empresários. “O espírito do programa é a forma de associativismo que ele propõe”, concluiu.

Também participaram da reunião o diretor da Facmat e da ACC, Manuel Gomes, o consultor estadual do Empreender, Clayton Leão, e o consultor do programa em Mato Grosso, José Roberto, além de empresários dos Núcleos Setoriais de Autopeças e Beleza e Estética.

Bons exemplos

A Associação Comercial de Cuiabá possui quatro Núcleos Setoriais: Beleza e Estética, Farmácias e Drogarias, Mulher Empresária e Autopeças, com bons exemplos em cada um deles. Os núcleos desenvolvem atividades de capacitação e melhoria dos serviços e produtos, buscando fomentar a produtividade e a competitividade no mercado local. São oferecidas consultorias, workshops e treinamentos, ações de compras coletivas e participação em feiras.

A massoterapeuta e cabeleireira Elisângela Miranda está no núcleo beleza e estética há cerca de 9 meses. Veio de Manaus onde tinha um negócio. Ao chegar em Cuiabá começou a participar do Empreender para conhecer outras profissionais e fazer parcerias. “Fiz muito relacionamento no núcleo e já estou com várias clientes. Comprei um terreno e a partir do ano que vem vou construir meu próprio espaço”, comemora. Ela diz que obteve bastante conhecimento com os consultores, principalmente na área de empreendedorismo.

O empresário Eziquiel Oliveira Gomes, do ramo de autopeças, está há pouco tempo no núcleo, mas já percebe os resultados. “Montamos uma rede de compras com os demais componentes do núcleo e hoje já somos 15 estabelecimentos. Compramos em conjunto na fábrica para economizar no preço final. Só assim para conseguir sobreviver no mercado”, diz. Eziquiel veio para o núcleo a convite do colega André Leal, que participa desde o início.

Empreender competitivo

Nos próximos meses será lançado edital do Empreender Competitivo, desenvolvido para as empresas que participam do Empreender há 18 ou mais meses, com o objetivo de melhorar a competitividade por meio do desenvolvimento de ações de marketing, mercado, consultoria, capacitações, participação em feiras etc. As ações são definidas pelos empresários nos núcleos setoriais através de projetos apresentados pelas Associações Comerciais e Empresariais às quais estão vinculadas.

Os projetos são avaliados pela CACB, Sebrae e outros parceiros. Os melhores projetos recebem recursos para o desenvolvimento das ações definidas pelos empresários. Estes recursos cobrem parte das despesas das ações. Os empresários e as entidades empresariais arcam com a outra parte das despesas. Os projetos têm a duração que varia de 18 a 30 meses e são acompanhados pelo sistema CACB e pelo Sebrae.

Fonte: Facmat

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311