Imprensa
RANKING TRIBUTÁRIO

ICMS representa 18,3% do que se paga para os cofres públicos, informa ACSP

8 de julho de 2016 às 15:20

O ICMS é responsável por 18,3% do total de tributos pagos pelos brasileiros. A constatação está em estudo encomendado pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) ao Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT).
O levantamento apresenta dados referentes ao valor de R$ 1 trilhão, registrado pelo Impostômetro da ACSP dia 5 de julho.
“O ICMS é o tributo que mais arrecada e é também o mais complicado. Por ser estadual, existem 27 legislações diferentes que determinam como ele deve ser pago, o que dificulta a vida das empresas, especialmente das pequenas, que são grandes geradoras de empregos”, comenta Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).
Para ele, a importância da arrecadação do ICMS para os estados justifica uma reforma para simplificar o sistema tanto para os contribuintes quanto para os próprios fiscos estaduais. “A burocracia decorrente do ICMS resulta em alto custo e grande risco para os empresários”, critica Burti.
Pacto federativo
Segundo o estudo, a esfera federal fica com 59,63%, a estadual fica com 29,3% e, a municipal, com 11,07%. “Essa distribuição mostra que é preciso rever a divisão do bolo tributário, destinando mais dinheiro aos municípios, já que são eles que atendem às necessidades básicas da população”, constata Burti. “A excessiva concentração de recursos na União aponta a necessidade de rever o pacto federativo e descentralizar os tributos”.
Em segundo lugar no ranking tributário estão as contribuições previdenciárias federais, que responderam por 17,09% do montante de R$ 1 trilhão. Na sequência está o Imposto de Renda recolhido pela União, com 15,42%.
É preciso destacar que também existem pagamentos de contribuições previdenciárias e IR que vão diretamente para as administrações estaduais. Eles representam, respectivamente, 2,67% e 3,55% do bolo tributário.
O ISS municipal representa 5,47%. A COFINS e o FGTS, que vão para os cofres federais, respondem por 9,02% e 5,28%, respectivamente.

Veja abaixo o ranking tributário completo, por esfera de governo.

ranking tributario

Fonte: ACSP

Últimas Notícias

Novo regime de origem do Mercosul simplifica regras e fortalece o comércio Novo regime de origem do Mercosul simplifica regras e fortalece o comércio
Comércio Internacional 18 de julho de 2024 às 15:14

Novo regime de origem do Mercosul simplifica regras e fortalece o comércio

Facerj promove seminário sobre Economia do Mar Facerj promove seminário sobre Economia do Mar
FACERJ 18 de julho de 2024 às 15:00

Facerj promove seminário sobre Economia do Mar

Facer lança o projeto Liquida Rolim, que promete movimentar diversos setores da economia local Facer lança o projeto Liquida Rolim, que promete movimentar diversos setores da economia local
Rondônia 18 de julho de 2024 às 13:51

Facer lança o projeto Liquida Rolim, que promete movimentar diversos setores da economia local

Conexão Faciap é realizado na ACIG Conexão Faciap é realizado na ACIG
Encontro 18 de julho de 2024 às 13:47

Conexão Faciap é realizado na ACIG

Presidente da Federaminas recebe homenagem no estado Presidente da Federaminas recebe homenagem no estado
Federaminas 17 de julho de 2024 às 16:40

Presidente da Federaminas recebe homenagem no estado

Faceb comemora 60 anos e nova diretoria toma posse Faceb comemora 60 anos e nova diretoria toma posse
Celebração 17 de julho de 2024 às 16:39

Faceb comemora 60 anos e nova diretoria toma posse

Serviços

Ver todos

Soluções dedicadas ao empresário brasileiro

Conheça nossos serviços para a sua empresa.

Conhecimento e informação nos conecta

Compartilhamos conteúdo do seu interesse

  •  

Eventos

Ver todos

Agenda dos Eventos Empresarias

Participe dos eventos organizados por entidades que apoiam os empresários do Brasil.

Busca

Fechar

Categorias de Serviços

Fechar

Categorias de Vídeos

Fechar

Entidades

Fechar
Logomarca Hotpixel