CACB

  1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / RECONHECIMENTO

Conselho Nacional da Empresária é o grande campeão do Prêmio Empreender 2021

Cerimônia de premiação aconteceu na noite de quarta-feira e foi prestigiada pelas diretorias da CACB e do Sebrae Nacional. O voto popular ajudou a escolher o projeto vencedor

06 de agosto de 2021 - 12:27

Foto: Tauan Alencar/CACB

O Programa de fortalecimento de empresas e empoderamento de mulheres empresárias do Conselho Nacional da Empresária (CNE) da CACB foi o grande campeão do Prêmio Empreender 2021, realizado na quarta-feira (04).

Com o apoio do Empreender Competitivo 2017-2021, o projeto atendeu a 69 empresas lideradas por mulheres, em quatro estados – Pará, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Minas Gerais, fomentando a qualificação de lideranças e o desenvolvimento competitivo, considerando os aspectos mercado, finanças, processos, pessoas e inovação.

As ações foram divididas em dois grandes blocos, um voltado ao atendimento e fortalecimento dos negócios, e o outro focado no mercado digital, demanda que ficou ainda mais latente com as novas necessidades trazidas pela Covid-19.

Foto: Tauan Alencar/CACB

“Impactamos positivamente a vida e o negócio de muitas mulheres, em um projeto que veio como se tivéssemos previsto que seríamos assolados por uma pandemia. Preparamos essas mulheres para o mundo digital, com a resiliência e a organização necessárias no cenário de crise. O prêmio reconhece todo o trabalho que fizemos, o que é uma honra para nós”, declarou a presidente do CNE, Tânia Rezende.

“O projeto tem característica de programa, porque nele buscamos trazer o protagonismo sustentável para esses mulheres. A ideia era que elas pudessem atuar em cargos de liderança dentro do Sistema CACB, mas antes disso, que as empresas fossem fortalecidas com excelente líderes”, disse Glauciele Lerner, consultora do Emprender, responsável por apresentar o projeto durante o evento.

Foto: Tauan Alencar/CACB

Entre as ações realizadas pelo Conselho com o apoio do Empreender, está uma pesquisa inédita que traçou o perfil de empresas dirigidas por mulheres e que fazem parte do movimento associativista no Brasil, em 2020. Há também o Encontro Nacional da Mulher Empresária, realizado dentro do XXII Congresso da Federaminas, que reuniu 700 empresários em Araxá (MG), em 2019.

O Empreender

O evento buscou dar reconhecimento e celebrar as melhores práticas promovidas no âmbito do Empreender Competitivo 2017-2021, programa criado pela Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), com apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micros e Pequenas Empresas (Sebrae).

Durante a abertura, líderes das duas entidades exaltaram as ações realizadas pelo projeto. “É gratificante saber que estamos contribuindo de alguma forma para organizações centenárias do nosso país, como é o caso das associações comerciais. O que simboliza esse prêmio são as ações efetivas de parceria que dão certo para o Brasil. Essa cooperação que temos com a CACB e as ACEs em cada município há 11 anos é uma satisfação para nós”, celebrou Carlos Melles, diretor-presidente do Sebrae Nacional.

Foto: Tauan Alencar/CACB

O presidente da CACB, George Pinheiro, também exaltou a parceira com o Sebrae neste, que é o maior projeto da Confederação para o fortalecimento das empresas de todo o país. “Estamos em centenas de municípios, atingindo diretamente as micro e pequenas empresas, com o objetivo de termos um novo empresário: atuante e inserido no mercado local, nacional e internacional”, destacou.

A capilaridade da CACB e sua capacidade de conhecer e atuar no mosaico das realidades brasileiras em cada região foi citada pelo diretor técnico do Sebrae, Bruno Quick. “O problema do empresário do pequeno negócio não é o tamanho, mas estar sozinho, e ele vence isso através das ACEs. Nosso esforço é cotidiano e esse contato que as empresas têm nos núcleos setoriais nos coloca frente a frente com as necessidades que eles têm, todos os dias”, pontuou.

Segundo Luiz Carlos Furtado, vice-presidente da Micro e Pequena Empresa da CACB, o Empreender, ao longo de sua história, alcançou bons resultados e favoreceu o fortalecimento da micro e pequena empresa. “O projeto já comprovou sua eficiência e credibilidade, e junto do empresário, de mãos dadas, atingiremos muitos objetivos”, afirmou.

Foto: Tauan Alencar/CACB

Durante a cerimônia, Sebrae e CACB assinaram o convênio para a próxima edição do Empreender, que até fevereiro de 2024 terá como metas apoiar a criação de 730 núcleos setoriais, o atendimento de cerca de 12 mil empresas e o desenvolvimento de 400 ACEs.

Além disso, Carlos Melles e Bruno Quick receberam uma placa de reconhecimento pelo sucesso do Empreender e o apoio a mais de 100 mil empresas ao longo dos anos de parceria.

Foto: Tauan Alencar/CACB

O coordenador executivo da CACB, Carlos Rezende, parabenizou todos os envolvidos nos projetos que concorreram ao prêmio, mesmo aqueles que não chegaram à final, e agradeceu o apoio das diretorias do Sebrae e da Confederação no desenvolvimento das ações. “O grande sucesso do Programa Empreender está no fato de que os empresários são os próprios protagonistas da sua mudança. Eles decidem o que querem fazer e a gente orienta as ações. O projeto profissionalizou as entidades e melhorou a competitividade das empresas”, declarou.

Os finalistas

Além do projeto do CNE, vencedor da disputa, também concorreram à premiação o Núcleo Setorial de Negócios de Arquitetura (IARQ) de Londrina-PR (Entidade proponente: Federação da Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná – Faciap) e o Inovar e Empreender com Toalhas- Núcleo de Fabricantes de Toalhas de Brusque-SC (Entidade proponente: Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina – Facisc).

As consultorias do Empreender ajudaram as empresas paranaenses a otimizarem sua gestão e as levaram a missões técnicas no exterior, dando a oportunidade de conhecer novos produtos e tecnologias para o mercado de arquitetura da região.

Foto: Tauan Alencar/CACB

“Agradeço todo o processo e as vivências que tivemos com o projeto, que abriu o nosso olhar, mudou nosso jeito de pensar e nos proporcionou experiências incríveis, graças ao Sebrae e a CACB que acreditaram no nosso potencial”, declarou a empresária Lilian Simões, integrante do Núcleo Setorial de Negócios em Arquitetura (IARQ).

Segundo Taciano Petermann, do Núcleo de Fabricantes de Toalhas, o trabalho desenvolvido pelo grupo teve o intuito de criar referência nacional para os varejistas e consumidores de toalhas de banho e rosto, evidenciando a qualidade dos produtos, o preço competitivo e o desenvolvimento do trabalho respeitando as legislações ambiental e trabalhista.

Foto: Tauan Alencar/CACB

“O marketing unificado e o nascimento da marca coletiva Vale das Toalhas nasceu com o objetivo de dar continuidade e fortalecer a cadeia têxtil estabelecida na nossa região desde 1890. O trabalho precisa de continuidade e estamos certos de que nosso sucesso fará com que outras empresas venham participar do projeto, fazendo com que ele cresça ainda mais”, completou.

As três entidades proponentes e as associações comerciais responsáveis pelos núcleos receberam placas de reconhecimento. O projeto vencedor, além de um notebook para o consultor, também receberá um subsídio de R$ 15 mil, que deverá ser convertido em ações de interesse do núcleo. Além da banca avaliadora, o voto do público que assistiu a premiação também ajudou na escolha do campeão.

O segundo colocado (Núcleo de Fabricantes de Toalhas) receberá um subsídio de R$ 10 mil, e o terceiro (Núcleo Setorial de Negócios em Arquitetura), R$ 7 mil, destinados ao mesmo objetivo. Ambos os consultores ganharam um smartphone.

Destaque na gestão

A Faciap e a Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) foram premiadas, com um notebook cada, pela atuação impecável na gestão do Empreender. Em SP, por meio dos técnicos Nelson Andujar de Oliveira e Marcelo Nunes, 15 projetos foram contemplados, em nove cidades, e com a aplicação de cerca de R$ 2,55 milhões, que beneficiaram 250 empresas.

Já a federação do Paraná recebeu menção honrosa pelo trabalho realizado pelo superintendente da entidade, Márcio José Vieira, e da consultora regional, Iraci Salele Mataczinski, nos 24 projetos desenvolvidos, contemplando R$2,57 milhões, com a participação de 550 empresas vinculadas a 14 ACEs. A Faciap também se destacou na mobilização de empresas para participar do UP Digital.

Hors-Concours

A Associação das Empresas de Pequeno Porte da Região Nordeste do RS (Microempa) se destacou na seleção de finalistas do Prêmio Empreender 2021. Os cinco projetos inscritos da entidade, nos segmentos de Artesanato, Bares restaurantes e lanchonetes, Economia criativa, Metalmecânica e Móveis-Indústria, ocuparam as primeiras posições na classificação geral.

Sendo assim, a Microempa passou a ser considerada hors-concours e também foi premiada. A entidade receberá o mesmo prêmio do projeto vencedor da noite.

Foto: Tauan Alencar/CACB

“Se não fossem pelos nossos 18 núcleos, nossos empresários e o Empreender, nós não estaríamos aqui. Somos muito gratos a eles e, para nós, é uma honra estarmos representando Caxias do Sul e o Rio Grande do Sul”, disse a empresária Latoya Brum, que apresentou o projeto durante o evento.

Segundo ela, transparência em todo o processo – com empresários, equipe e diretoria -, apresentação de resultados, ações escolhidas cem por cento pelos nucleados, contrapartida facilitada, auditoria interna e prestação de contas imediata são os principais responsáveis pelo sucesso da entidade.

Ponto de Ruptura

Foto: Tauan Alencar/CACB

 

O consultor sobre inovação e criatividade Rodrigo de Barros palestrou durante o evento sobre ações que os gestores empresariais precisam assumir para fomentarem o desenvolvimento dos seus negócios. Entre os pontos destacados por ele está a compreensão de que cada vez mais o fator humano é fundamental para o processo de criação e inovação das empresas.

“É preciso entender mais do que as pessoas pensam, o que fazem e quais são suas dores e necessidades. É aí que mora a raiz da criatividade e da inovação”, afirmou.

Segundo ele, gerenciar o presente, buscar o abandono seletivo do passado e criar o futuro são três pontos de atenção para fomentar a mudança. “O sucesso presente da sua empresa tem muito menos a contribuir para o futuro do que você pensa. É aí que habita o grande erro da inovação. Por isso é importante pensar no equilíbrio desses três pontos”, disse.

Durante os intervalos do evento, o cantor e compositor Marcelo Café trouxe um pouquinho da música popular brasileira para o público, passeando com leveza pelo samba e pelo samba-rock.

Foto: Tauan Alencar/CACB

Ao fim, o presidente da CACB parabenizou o projeto vencedor, todos os participantes da premiação e a equipe envolvida no evento, além de reforçar os agradecimentos à parceria da entidade com o Sebrae. “Hoje assinamos a extensão do Empreender e vamos continuar incentivando nossas micro e pequenas empresas a crescerem e se fortalecerem através das nossas associações comerciais. Parabéns a todos”, concluiu.

O evento foi transmitido virtualmente para o público. As diretorias da CACB e do Sebrae participaram presencialmente, obedecendo às regras de uso de máscara e distanciamento estabelecidas para a segurança dos participantes.

 

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311