CACB

  1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / ACADEMIA DO ASSOCIATIVISMO

Segundo especialista, mercado de vendas online tem se expandido significativamente

O publicitário Ivan Tonet participou esta semana da Academia do Associativismo da CACB e falou sobre o mercado de e-commerce e marketplace

05 de março de 2021 - 14:26

A Academia do Associativismo, do projeto Transformar da CACB, segue com a sua agenda de transformação para os pequenos negócios e nesta semana trouxe o publicitário Ivan Tonet para falar de E-commerce e Marketplace e dar dicas para pequenos negócios que desejam inovar e começar a vender pela internet.

De acordo com Ivan, que lidera a implantação do e-commerce no Sebrae Nacional e é mentor do maior programa de aceleração de startups do país, InovAtiva Brasil, um recente pesquisa mostra que o número de novos usuários de internet têm sido maiores do que a taxa de crescimento da população mundial. Ou seja, o mundo tem se conectado mais e o mercado de vendas virtuais tem se expandido significativamente.

“Quando você tem uma loja no seu bairro, você tinge algumas milhares de pessoas, mas se você comercializa online, você pode atingir os 160 milhões de brasileiros, de 16 a 64 anos, que estão conectados e são potenciais clientes para todos os negócios”, destaca.

Ainda segundo dados apresentados pelo publicitário, sete dos dez sites mais acessados no ano passado foram alguma rede social, um buscador ou um marketplace, todos canais de vendas. Ao mesmo tempo, entres os dez aplicativos mais baixados, oito se encaixam em ferramentas com potencial para comercialização.

Ele trouxe ainda dados referentes a faturamento, comportamento de compra e segmentos com crescimento de vendas. “O comportamento do consumidor tem mudado e a rotina de consumo de produtos e serviços passa pelo digital. Por isso, manter uma presença entre o mundo físico e o virtual é importantíssimo para os negócios”, declara.

Ivan explica que o as vendas por e-commerce têm três importantes vertentes: a loja virtual, o marketplace e as redes sociais. Dando dicas para cada uma delas:

– Loja virtual: é preciso planejamento, estudo para fazer o negócio correto, um bom conteúdo, e boa visão de mercado, tudo com a intenção de gerar tráfego e vender. Se possível, vale a pena contratar um consultoria para ajudar no processo.

– Marketplace: é preciso estudar o tipo de marketplace que vai escolher, de acordo com o objetivo e as especificidade do negócio. O ponto forte é que as plataformas já têm uma logística pronta. É preciso dar boa atenção ao anúncio e o atendimento.

– Redes sociais: Escolher uma boa rede, de acordo com as características de cada uma, publicar bom conteúdo e com boa frequência, interagir com o público e explorar todas as ferramentas que elas oferecem.

Por fim, ele citou ainda a possibilidade da live commerce: plataformas para vendas de produtos em tempo real, durante transmissões ao vivo pela internet. Um mercado que, segundo ele, deve ser bem explorado em 2021.

Segundo Tonet, o crescimento esperado para o faturamento das vendas online em 2021 chega a 32%. “As oportunidades estão aí. Se alguém tiver alguma dúvida sobre como entrar nesse mercado, coloco toda a estrutura do Sebrae à disposição para ajudar neste processo”, finalizou.

O bate-papo foi mediado por Ana Rodrigues, consultora do Transformar, e está disponível na íntegra clicando neste link.

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311