CACB

  1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / MÊS DAS MÃES

Pesquisa da Associação Comercial de São Paulo aponta que 47% dos brasileiros comprarão presente para as mães

Dos que comprarão, mais de 30% vão optar por roupa, calçado, bolsa ou acessório; “Há pessoas querendo comprar, elas só não sabem o que, sendo assim uma oportunidade para o lojista”, diz presidente da ACSP sobre parcela de 26% de indecisos

02 de maio de 2017 - 14:20

Pesquisa de intenção de compras da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) revela que 47% dos brasileiros pretendem comprar presente neste de Dia das Mães. É um empate técnico em relação aos entrevistados que não comprarão (49%) – a margem de erro é de três pontos.

“Esse empate sugere que neste Dia das Mães o comércio deverá vender a mesma quantidade, ou seja, o crescimento será próximo de zero, com ligeiras variações para mais ou para menos”, afirma Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp). “Isso não é uma má notícia, pois o empate indica que o pior já passou. O varejo parou de cair para entrar na estabilidade e, posteriormente, iniciar o caminho da recuperação”.

Os entrevistados que não souberam ou não responderam somaram 3%. O levantamento foi feito em todas as regiões do País entre os dias 1º e 12 de abril.

Campeões de venda
Para os consumidores que irão presentear as mães, a pesquisa da ACSP perguntou o que comprarão. Roupas, calçados, bolsas e acessórios são os preferidos de 34% deles. Em segundo lugar estão joias, bijuterias, perfumes e cosméticos (23%). Flores (9%), celulares (4%), eletrodomésticos (4%), TVs (2%) e chocolates (2%) completam a lista de presentes.

A parcela dos que ainda não sabem o que comprarão subiu de 22% em 2016 para 26% neste ano. “Como há mais indecisos, o lojista tem oportunidade de vender produtos de maior valor, mas para isso terá que fazer uma boa oferta ou oferecer um crédito mais longo. Outra sugestão é investir em marketing e promoções. Há pessoas querendo comprar; elas só não sabem o que”, diz Burti. Ele lembra que o Dia das Mães é a segunda data mais forte para o comércio – a primeira é o comércio.

A pesquisa foi encomendada pela ACSP ao Instituto Ipsos e elaborada a partir de 1.200 entrevistas pessoais e domiciliares com base em amostra probabilística e representativa da população brasileira de áreas urbanas de acordo com dados oficiais do IBGE (Censo 2010 e PNAD 2014).

Veja tabela completa:

Fonte: Associação Comercial de São Paulo

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311