1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / ECONOMIA

Negociando a Previdência, Guedes defende envio do pacto federativo ao Congresso

Congressistas protagonizariam orçamento. ‘O parlamentar eleito tem direito', afirma o ministro

11 de março de 2019 - 10:18

Foto: Sérgio Lima/Poder 360

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo que os congressistas devem atuar na gestão do orçamento federal e disse que apresentará em breve uma proposta de Pacto Federativo. “O parlamentar eleito tem direito de pedir participação nos orçamentos”, disse.

Segundo ele, o toma lá da cá de indicação de cargos será interrompido pelo governo, mas existe o desejo de “devolver o protagonismo orçamentário da classe política”. A afirmação foi feita após ser questionado sobre problemas na articulação política do governo com o Congresso para a apreciação da reforma da Previdência.

A data de envio da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) com a proposta de Pacto Federativo depende do aval de Bolsonaro e do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Guedes defende o envio “o mais rápido possível”.

O ministro afirmou que Bolsonaro fará sua parte para a aprovação da reforma da Previdência. Disse aceitar mudanças na proposta da Previdência desde que seja mantida a linha de corte de trazer economia de R$ 1 trilhão. Segundo Guedes, se a reforma não chegar neste montante de economia, a proposta de sistema de capitalização sofre “uma ameaça séria”.

Questionado sobre mudanças no BPC (Benefício de Prestação Continuada), o ministro disse aceitar subir o valor previsto no texto enviado pelo governo de R$ 400: “Tranquilo. Mas eu preciso é do R$ 1 trilhão.”

Sobre os problemas enfrentados pelo governo, disse serem normais e parte de uma transição. “É 1 governo que veio de fora do establishment. Não é uma transição suave. Esse barulho é natural”, disse.

Guedes afirmou que a atuação do presidente nas redes sociais é para a mobilização de “temas que aqueceram sua campanha” em suas redes sociais e que isso faz parte de uma “disputa temática”.

Fonte: Poder 360

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311