CACB

  1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / INTERAÇÃO

‘Facmat Integra’ promove encontros regionais entre as Associações Comerciais de Mato Grosso

Reuniões buscam maior interação entre as cidades e regiões, apontando soluções e melhorias para todos

08 de setembro de 2021 - 11:26

Dando continuidade aos encontros regionais do projeto ‘Facmat Integra’, a Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Mato Grosso (Facmat) realizou entre os dias 31 de agosto e 02 de setembro reuniões virtuais com diversas regiões do estado onde estão situadas as Associações Comerciais. O projeto tem como meta reunir as 56 entidades, divididas em 12 regiões, promovendo maior interação, troca de experiências e discussões que promovam melhorias nas práticas empresariais no estado.

O presidente da Facmat, Jonas Alves, intermediou os encontros e discorreu sobre a importância da integração e do bom relacionamento entre as entidades para fortalecer o associativismo e, consequentemente, promover transformações e benfeitorias nos municípios.

“Buscamos a sinergia entre os municípios, por isso, dividimos por regiões, porque muitas vezes os assuntos são parecidos e, dessa forma, podemos discutir e apontar soluções que tragam o desenvolvimento para toda a região”, explicou o presidente.

Regiões VI e VII

As entidades inseridas nas regiões VI e VII foram convidadas a participar do encontro realizado na terça-feira (31.08), sendo elas: Cuiabá, Várzea Grande, Nobres, Rosário Oeste e Barão de Melgaço (VI); Cáceres, Pontes e Lacerda, Campos de Júlio e Sapezal (VII).

Heitor Trentin, presidente da Associação Comercial e Industrial de Várzea Grande (Acivag), apontou alguns anseios relacionados aos negócios e a infraestrutura da cidade.

“Em Várzea Grande temos graves problemas relacionados ao VLT e que acabam dificultando a vida dos empresários. Muitos não conseguiram sobreviver, infelizmente”, comentou.

Já o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Cáceres (ACEC), Thiago de Lucas Pereira Pinto, ressaltou a preocupação do setor com a possibilidade da implantação de lojas francas (free shops) na fronteira de Mato Grosso com a Bolívia.

“O free shop é uma oportunidade de negócios, mas também temos aqueles comerciantes que acreditam que haverá concorrência desleal”, disse.
Jonas Alves, que também preside a Associação Comercial de Cuiabá, explicou aos presidentes sobre a atuação da entidade nas demandas políticas e sociais da Capital.

“Tivemos um trabalho forte com atuação junto à Prefeitura da Capital, principalmente no período de pandemia, e agora, estamos bem inseridos nos debates de interesse do comércio e serviços. Continuamos buscando um bom relacionamento com os empresários e acreditando na modernização da nossa Capital, com o projeto de revitalização do Centro Histórico e Mercado Municipal”, ressaltou o líder empresarial.

Regiões VIII e IX

Na quarta-feira (01.09) foram convidadas a participar do encontro as Associações Comerciais de Tangará da Serra, Barra do Bugres, Nova Olímpia, Campo Novo do Parecis e Brasnorte (VIII); e Diamantino, Arenápolis, São José do Rio Claro, Nova Maringá (IX).

Para Doralice Venâncio Ruiz Martins, presidente da Associação Comercial de São José do Rio Claro, umas das dificuldades enfrentadas pelos empresários da cidade são a de encontrar mão de obra qualificada.

“Estamos com muitas dificuldades na área da empregabilidade, precisamos de cursos de qualificação, mas também que as pessoas se dispõem a se capacitar”, prosseguiu.

O problema também foi apontado pelo presidente da Associação Comercial de Campo Novo do Parecis, Marcelo Robert de Souza. “Manter um funcionário tem sido difícil, principalmente porque caminhamos para o fim do ano e não podemos perde-lo”, ponderou.

Os presidentes das Associações Comerciais de Diamantino, Nova Olímpia e Arenápolis, respectivamente, Sandra Baierle, Gonçalo da Trindade e Márcio Lourenço, também fizeram suas colocações durante o encontro.

Regiões X, XI e XII

As Associações Comerciais de Sorriso, Nova Mutum, Lucas do Rio Verde, Tapurah e Itanhangá (X); Juara, Porto dos Gaúchos, Novo Horizonte do Norte e Taparorã (XI); e Sinop, Nova Ubiratã, Itaúba e Marcelândia (XII), participaram do encontro na última quinta-feira (02.09).

O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Sinop, Cleyton Laurindo, explicou algumas das atividades realizadas pela entidade para motivar o comércio local e alertou sobre as dificuldades do setor.

Já Irene Prieve do Nascimento, presidente da Associação Comercial de Juara, falou da necessidade de ajudar os pequenos comerciantes na alavancada dos negócios.

Buscando fortalecer a Associação Comercial e Empresarial de Marcelândia, a presidente Patrícia Boesing Andrade, relatou que vem atuando na parte administrativa da entidade e trabalhando para aumentar o número de associados. “Também pretendemos melhorar a estrutura do prédio para ficar à disposição dos associados”, concluiu.

No início de agosto foram promovidos encontros do projeto ‘Facmat Integra’ com as regiões I, II, IV e V.

Fonte: Facmat

 

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311