1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / MATO GROSSO

Facmat e deputado federal discutem reformas necessárias para o crescimento do comércio

Jonas Alves, presidente da Facmat, agradeceu o apoio do deputado e ressaltou o trabalho que os deputados da bancada terão na Frente CSE em 2019

14 de fevereiro de 2019 - 09:43

A agenda de reformas necessárias para que o Brasil avance em ritmo mais acentuado, tributária e da Previdência, e as mudanças nas legislações que emperram o crescimento do Brasil foram temas discutidos em uma reunião entre o presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Mato Grosso (Facmat), Jonas Alves, e o deputado federal pelo Mato Grosso Emanuel Pinheiro Neto. Na oportunidade, Emanuelzinho, como é conhecido, se comprometeu a participar ativamente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Comércio, Serviços e Empreendedorismo (Frente CSE), no Congresso Nacional. A reunião aconteceu na última sexta-feira (08), na sede da Facmat, em Cuiabá.

Jonas Alves agradeceu o apoio de Emanuelzinho e ressaltou o trabalho que os deputados da bancada terão na Frente CSE em 2019. “Temos uma grande tarefa pela frente e vamos precisar muito do apoio dos nossos deputados federais. O país precisa das reformas para retomar o crescimento. A frente também vem ajudando a promover uma cultura de valorização da classe empresarial e ao mesmo tempo é preciso aproveitar as oportunidades para construir uma agenda de crescimento para o setor do comércio e serviço nos próximos anos”, disse.

O deputado federal destacou a importância de desburocratizar o país para o fortalecimento do comércio, serviços e empreendedorismo no Brasil. “Eu vim me colocar à disposição do presidente Jonas no que tiver ao meu alcance junto à Comissão do Comércio e Serviços em Brasília. O que tiver de destinação de recursos, revisão e reedição de legislações que possam favorecer o empreendedorismo estarei na luta pela instituição”, garantiu.

Ele fez questão de frisar que foi eleito justamente com o discurso de que o País como um todo vive uma cenário de empreendedorismo difícil, com alta carga tributária, com leis que impedem o investimento no Brasil, com uma legislação retrógrada que mais impede o ato de empreender do que atrai investidores. “Até mesmo os pequenos comerciantes são impedidos de lucrar e desenvolver o seu negócio, o município, o estado e o Brasil como um todo”, concluiu.

Na reunião também esteve presente a diretora da Facmat, Mariza Bazo, que aproveitou a oportunidade, juntamente com o presidente Jonas Alves, e discutiu encaminhamentos sobre a Comissão de Direito da Mulher.

Fonte: Facmat

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311