1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / COMPETITIVIDADE

Facisc lança programa para aceleração de empresas do Programa Empreender

Um dos critérios do Programa é priorizar empresas de cidades com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de Santa Catarina, que receberão R$3 milhões de reais através do Empreender

21 de janeiro de 2020 - 10:51

Aumentar a competitividade das ​microempresas, dos microempreendedores individuais (MEI), empresas de pequeno porte (EPP) e produtores rurais ​do ​Sistema FACISC, integrantes dos núcleos setoriais do Programa Empreender, é o objetivo do Programa de Aceleração de Núcleos (Pan) que foi lançado na última quarta-feira, 15/1, em Florianópolis. Através de projetos que contemplem em suas propostas produtividade​, ​gestão empresarial ​e ​acesso a mercado​, o projeto vai investir R$ 3 milhões de reais em iniciativas que promovam o fortalecimento das empresas. “A grande certeza que vamos colher grandes resultados com o desenvolvimento deste edital é a base que já temos, a parceria de sucesso com o Sebrae/SC, e a paixão que cada um dos envolvidos têm pelo associativismo e Programa Empreender”, explica Jonny Zulauf, presidente da Facisc.

O Edital conta com aporte de recursos de investimento aos projetos contemplados no total de R$ ​3 milhões de reais, somadas as contrapartidas dos núcleos empresariais e recursos Sebrae/SC. As empresas que desejarem participar devem fazer parte dos núcleos setoriais desenvolvidos nas associações empresariais ligadas à Facisc, estar prioritariamente em cidades com baixo IDH, e desenvolver ações que atendem aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Para Luciano Pinheiro, diretor técnico do Sebrae/SC, o Pan auxiliará de fato o desenvolvimento das empresas que atuam no associativismo. “É uma forma direta e dinâmica de chegar no empresário. O Sebrae/SC, a Facisc e as associações empresariais formam o triângulo essencial para atender às necessidades das empresas”. Ele ainda explica que o foco do Programa foca ainda mais nos resultados finais como aumento de renda, geração de empregos e consequentemente, o crescimento catarinense.

Cada associação empresarial poderá apresentar até cinco inscrições de núcleos setoriais distintos na primeira chamada do edital.

Fonte: Empreender

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311