1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / INTEGRAÇÃO

CACB recebe União Europeia e Cainco para avaliação do Programa AL-Invest 5.0 no Brasil

O evento, no dia 22 de maio, vai reunir entidades como CNI e Sebrae para apresentação de resultados

18 de maio de 2018 - 16:21

16- Banner

Na próxima terça, dia 22 de maio, a Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB) reunirá as principais lideranças executoras do programa AL-Invest 5.0 no país. O encontro será realizado no Hotel Cullinan Hplus Premium, com a presença do Ministro-Conselheiro Thierry Dudermel, Chefe do Setor de Cooperação da Delegação da União Europeia no Brasil, além de Daniela Parada, Chefe de Gestão de Projetos da Cainco, da Bolívia, que é a líder do consórcio executor, formado por 11 entidades internacionais – entre elas o BID; do presidente da CACB, entidade que coordena o projeto no Brasil, George Teixeira; e de representantes das entidades beneficiadas com recursos diretos de Apoio Financeiro a Terceiros nesta etapa do AL-Invest: Confederação Nacional da Indústria (CNI), Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Pará (Sebrae/PA) e Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal). O objetivo é analisar os resultados do programa, que começou em 2016 e será finalizado em 2018.

“Sem dúvidas, esse encontro é importante para vermos os resultados trazidos pelo programa. O evento irá possibilitar a análise concreta desses resultados, além de mostrar cases de sucessos para inspirar novos participantes”, explica o coordenador nacional do Empreender e coordenador executivo da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), Carlos Rezende. Ele define o projeto como uma forma de garantir ao empresário o investimento em ações que realmente são do interesse e da necessidade dele: “Uma das vantagens é que as atividades que serão apoiadas são completamente escolhidas pelos empresários, a gente simplesmente avalia a possibilidade de investimento. E além de viabilizar a execução dessas ações, uma empresa com potencial para exportar, por exemplo, estando dentro do AL-Invest, acaba entrando em contato com empresários de toda a América Latina e com representantes da União Europeia, como a Câmara de Paris e o BID. Com isso, abrem-se portas para trocas de experiências e, eventualmente, o empresário passa a ter acesso a projetos internacionais em cooperação com essas entidades”.

Rezende destaca que não é difícil receber o apoio: “Nós queremos viabilizar os projetos. A gente paga metade das ações, basta que o empresário nos procure e atenda os requisitos”.

O AL-Invest

É um dos programas de cooperação econômica mais bem-sucedidos da União Europeia na América Latina, cujo objetivo é apoiar o desenvolvimento empresarial na região, reduzindo a pobreza por meio do aprimoramento da produtividade das micro e pequenas empresas (MPEs), promovendo o seu desenvolvimento sustentável. A Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil é a representante brasileira no consórcio executor do programa, formado ainda pela Câmara de Comércio de Lima (Peru), a Câmara Nacional de Comércio e Serviços do Uruguai, a Associação Guatemalteca de Exportadores, a Câmara de Comércio da Costa Rica e a Câmara de Comércio e Indústria de El Salvador, e liderado pela Câmara de Indústria, Comércio, Serviços e Turismo de Santa Cruz, na Bolívia (Cainco). Além disso, o consórcio conta com o apoio de entidades parceiras como o Banco Interamericano de Desenvolvimento (Estados Unidos), a Câmara de Comércio de Paris (França), Eurochambres (Bélgica) e a Sequa (Alemanha). Todas estas instituições realizam atividades para apoiar as MPEs em 18 países latinoamericanos.

Em 2018, a CACB ainda pode investir 1 milhão e 300 mil euros em projetos de empresários de micro e pequenos negócios. Na Confederação, as atividades são organizadas através dos núcleos setoriais do programa Empreender, projeto em parceria com o Sebrae Nacional que reúne, há mais de 20 anos, empresários de um mesmo setor em núcleos para que troquem experiências e busquem soluções conjuntas para problemas comuns. A proposta é que as demandas pagas pelo AL-Invest não ajudem apenas um empreendedor, mas grupos de empresários com o mesmo objetivo.

Entre 2016 e 2017, cerca de 4 mil empresários foram beneficiados, por meio das Associações Comerciais e Empresariais, com recursos da União Europeia para realização de atividades de desenvolvimento, como capacitações, cursos, oficinas e missões nacionais e internacionais. Além dos recursos repassados e monitorados pela CACB, o consórcio prevê a aplicação de $15 milhões de euros para os editais de Apoio Financeiro a Terceiros, isto é, o recurso é repassado à entidade contemplada, caso da CNI, Facisc, Sebrae e Assintecal, que apresentaram projetos diretamente.

Missão Internacional

A Câmara de Indústria, Comércio, Serviços e Turismo de Santa Cruz de La Sierra (Cainco), líder do consórcio AL-Invest 5.0, estará no Brasil para realizar o monitoramento das atividades de todos os projetos de apoio financeiro a terceiros entre os dias 18 e 24 de maio. Carlos Rezende, coordenador executivo da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), entidade executora do consórcio no país, acompanhará a Cainco nesta missão, que incluirá visita a empresários beneficiados nas regiões atendidas. Nessa quinta-feira 18, a entidade visitada será o Sebrae/PA, uma das quatro organizações que conseguiram o apoio direto do programa AL-Invest 5.0 . O projeto selecionado foi o de melhoria da competitividade das MPEs de Artesanato e Agroindústria na Amazônia Brasileira, que começou em outubro de 2016 e tem previsão de ser concluído em setembro deste ano. Em 2017, cerca de 500 micro e pequenas empresas voltadas para o setor de Artesanato e Agroindústria foram beneficiadas.

A agenda da Cainco para a missão do ‘AL-Invest no Brasil’ inclui também, além da reunião do dia 22, uma visita, no dia 21, à CNI, em Brasília; no dia 23, viagem à Novo Hamburgo, para conhecer o projeto da Assintecal; e, no dia 24, reunião em Florianópolis, para apresentação do projeto da Facisc.

Fonte: Empreender

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Neusa Galli Fróes
    Froés berlato associadas

    Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • neusa@froesberlato.com.br
    Telefones:
    (51) 3388 6847 / (51) 9123 6847

    E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311