CACB

  1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / MATO GROSSO

Associações Comerciais participam dos primeiros encontros do projeto ‘Facmat Integra’

O presidente da Facmat, Jonas Alves, ressaltou sobre a importância de uma maior integração e relacionamento com as Associações Comerciais para fortalecer o associativismo e promover mudanças positivas para todos os municípios

06 de agosto de 2021 - 10:56

Com o objetivo de promover maior interação com cada cidade e região, a Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Mato Grosso (Facmat) realizou nos dias 02 e 03 de agosto (segunda e terça), os primeiros encontros do projeto ‘Facmat Integra’.

O presidente da Facmat, Jonas Alves, ressaltou sobre a importância de uma maior integração e relacionamento com as Associações Comerciais para fortalecer o associativismo e promover mudanças positivas para todos os municípios.

“A Facmat está à disposição para ouvir, discutir e encontrar soluções, pois juntos conseguimos evoluir nos assuntos de interesse do setor. Espero que as reuniões sejam interessantes para todos e que surjam novas ideias, que sejam enriquecidas e assim possamos levá-las, inclusive, ao âmbito estadual e nacional”, disse.

Jonas também apontou sobre alguns mecanismos que podem contribuir para maior visibilidade de uma Associação Comercial, com uma boa equipe de comunicação e a valorização dos colaboradores.

No primeiro encontro realizado na segunda-feira (02) foram convidados a participar todas as Associações Comerciais inseridas nas regionais I e II, sendo elas: Juína e Aripuanã (I); Alta Floresta, Colíder, Nova Santa Helena, Terra Nova do Norte, Guarantã do Norte, Matupá, Peixoto de Azevedo e Nova Guarita (II).

Fabiane Ferreira Lima, presidente da Associação Comercial e Industrial de Aripuanã (Acia), contou um pouco sobre algumas das necessidades do município, como a mão de obra qualificada.

“A cidade está em crescimento e o comércio está indo bem, algumas empresas abrindo e o setor de mineração em alta. Mas precisamos de mão de obra qualificada, há vagas para todas as áreas, desde serviços, vendedor, zelador, mas falta mão de obra”, explicou.

Na mesma região fica Juína, onde o Sebrae Mato Grosso vem contribuindo com ações para melhorar a qualificação profissional, comentou o vice-presidente da Associação Comercial e Empresarial do município, Hadriel Bizarello.

“O Sebrae é um grande parceiro e o que realmente precisamos são de pessoas que venham para somar”, reforçou o presidente da entidade de Juína, Raimundo Bedin.

Em Alta Floresta, o presidente da Associação Comercial, Luiz Araújo, destacou o otimismo empresarial, apoiado pela gestão municipal.

“O nosso gestor tem um olhar empreendedor e isso ajuda muito a sociedade e percebemos um otimismo geral do comércio”, enfatizou.

Empregabilidade e renda à população

Na terça-feira (03) foi a vez dos presidentes e representantes das Associações Comerciais das regiões IV e V, sendo elas: Barra do Garças, Querência, Canarana, Nova Nazaré, Água Boa e Cocalinho (IV) e Rondonópolis, Gaúcha do Norte, Paranatinga, Campo Verde, Primavera do Leste, Pedra Preta, Guiratinga, Alto Araguaia e Alto Taquari (V).

Todos os presidentes, vice-presidentes e representantes das entidades tiveram a oportunidade de falar e explanar opiniões, contextos comerciais e políticos de suas cidades, além de situações como infraestrutura e logística etc.

O presidente da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Rondonópolis (Acir), Renato Del Cistia, disse que as reuniões do projeto ‘Facmat Integra’ são importantes meios para manter uma boa comunicação entre as Associações e a Federação.

Sobre a primeira ferrovia estadual de Mato Grosso, em fase de edital de chamamento público, tema levantado durante o encontro, Renato acredita que pode tanto beneficiar o município de Rondonópolis, quanto influenciar na arrecadação.

Para os presidentes das Associações Comerciais de Campo Verde (Acicave) e Primavera do Leste (Aciple), Cláudia Beatriz Zamecki Teruel e Jocelino Godoi, respectivamente, o crescimento exponencial dessas cidades, com inaugurações de grandes empresas, gera empregabilidade e renda para a população. A região também será beneficiada com a primeira ferrovia de Mato Grosso.

“Acreditamos que Mato Grosso é o estado do momento e tem muito potencial. Precisamos aproveitar o desenvolvimento da ferrovia para crescer ainda mais. A ferrovia também irá diminuir o custo com fretes e vai atrair mais indústrias”, opinou a presidente opinou Cláudia Beatriz.

“Primavera está crescendo muito e estamos confiantes com um terminal da ferrovia de Mato Grosso próximo à cidade, que vai contribuir muito para os comerciantes e fazendeiros da região”, explicou Jocelino.

Da região Araguaia, Rosana Dourado, presidente da Associação Comercial e Empresarial de Alto Araguaia (Aceaia), continua a administração dupla, já que a cidade faz fronteira com Santa Rita do Araguaia, no estado de Goiás.

“Atuamos com dois tipos de legislação, mas aos poucos vamos tentando equalizar os tributos, porque impacta muito no comércio. E continuamos trabalhando com três frentes, na organização do comércio local, na realização de cursos e capacitações e na questão da equalização dos tributos”, explicou Rosana.

Facmat Integra

O projeto ‘Facmat Integra’ prevê reuniões mensais com todas as 56 Associações Comerciais ligadas à Federação, com a finalidade de ser mais eficaz nas proposições de políticas públicas de interesse dos empresários e acompanhar de perto a atuação de cada presidente, dando apoio e buscando soluções diante de cada cenário estudado.

Fonte: Facmat

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311