1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / ALTA

Produção industrial cresce em junho em 13 dos 15 locais pesquisados pelo IBGE

As maiores altas foram no Paraná (28,4%), Mato Grosso (25,6%), Goiás (20,8%) e Rio Grande do Sul (17,0%). Na média, produção industrial teve alta de 13,1% em junho

09 de agosto de 2018 - 10:09

A produção da indústria cresceu em junho em 13 dos 15 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na comparação com maio. É o que aponta o levantamento divulgado pelo instituto nesta quinta-feira (9).

As maiores altas foram no Paraná (28,4%), Mato Grosso (25,6%), Goiás (20,8%), Rio Grande do Sul (17,0%), Santa Catarina (16,8%), São Paulo (14,8%) e Pernambuco (13,5%). Já as duas quedas de junho foram no Espírito Santo (-2,0%) e no Amazonas (-1,1).

Na comparação com igual mês de 2017, o setor industrial cresceu em 11 dos 15 locais pesquisados.

Após o tombo de 11% registrado em maio em meio a greve dos caminhoneiros, a indústria brasileira avançou 13,1% em junho, conforme divulgado na semana passada pelo IBGE. No acumulado em 12 meses, a alta é de 3,2%. No fechamento do 2º trimestre na comparação com o 1º trimestre, entretanto, houve queda de 2,5%.

No acumulado nos últimos 12 meses, houve alta na produção em 12 dos 15 locais pesquisados cresceram, mas somente 8 aumentaram o dinamismo na comparação com maio. Bahia (de 0,2% para 1,8%), Região Nordeste (de -0,6% para 0,3%), Pernambuco (de -0,3% para 0,6%), Paraná (de 2,1% para 2,8%) e Pará (de 9,4% para 9,9%) tiveram os maiores ganhos de ritmo, enquanto Espírito Santo (de -1,9% para -3,3%) e Ceará (de 3,0% para 2,3%) registraram as maioress perdas.

Fonte: G1

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Neusa Galli Fróes
    Froés berlato associadas

    Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • neusa@froesberlato.com.br
    Telefones:
    (51) 3388 6847 / (51) 9123 6847

    E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311