1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / CONVENCIONAL

Missão do Empreender reúne 5 estados em Brasília

Encontro de representantes do Empreender Convencional destaca importância da parceria entre entidades comerciais, CACB e Sebrae

29 de maio de 2018 - 10:49

A Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB) realiza na segunda e na terça-feira (28 e 29), o evento que reúne cerca de 30 envolvidos na execução do Empreender Convencional.

No primeiro dia de evento, o debate teve foco no papel da CACB e do SEBRAE na condução dos projetos, bem como no empenho das federações, associações comerciais e, claro, dos empresários da ponta nas iniciativas empresariais.

Núcleos setoriais de 5 diferentes estados participaram do evento. O Núcleo de Manicures da ACEFS- Associação Comercial e Empresarial de Feira de Santana (BA), o Núcleo Além Vest Moda, da Associação Comercial e Empresarial de Além Paraíba (MG) e o Núcleo GSEN- Solução e Negócios, da Associação das Empresas de Pequeno Porte do RS- Microempa, de Caxias do Sul (RS) foram os núcleos finalistas do prêmio Empreender. Com eles, participam núcleos de Pernambuco e Mato Grosso, bem como representantes das ACEs dessas regiões.

Na segunda-feira (28), o evento foi marcado por reuniões sediadas no Sebrae e na CACB. Participaram o assessor da Diretoria do Sebrae, Paulo Alvim, e o coordenador executivo da CACB, Carlos Rezende, que iniciou a reunião apresentando os resultados dos projetos em escala nacional, destacando a importância do associativismo e da colaboração das entidades locais na execução dos projetos.

Os representantes das federações, associações comerciais e os empresários nucleados expuseram suas experiências com o Empreender, trazendo uma perspectiva local de como o projeto impacta a economia dos estados. A última atividade realizada foi uma visita à sede da CACB, onde a superintendente Juliana Kämpf recepcionou os participantes com uma apresentação sobre o papel da entidade, sua história e o peso nacional que ela possui na promoção da competitividade das micro e pequenas empresas. As analistas da CACB Anelise Rambo e Patrícia Rego contribuíram com análises técnicas e financeiras relacionadas à condução e ao encerramento do Programa.

A superintendente, Juliana Kampf, fez uma apresentação sobre a história e a importância da entidade no apoio a micro e pequenas empresas brasileiras

Amanhã, no segundo dia, o grupo se reunirá no Hotel Cullinan Hplus, onde participarão de uma dinâmica guiada pelo consultor Gilmar Barbosa. Na parte da tarde haverá uma visita à Câmara dos Deputados.

A importância da Missão

Segundo o coordenador Carlos Rezende, o encontro das entidades em Brasília é uma grande oportunidade para consultores, coordenadores, executivos e empresários conhecerem o dia-a-dia da equipe técnica da CACB: “É uma chance para as ACEs e federações, que estão a mais de 2.000 quilômetros de distância e que nunca tiveram a oportunidade de conhecer a sede da Confederação”.

Rezende destaca que, mais importante ainda, é conhecer a estrutura que está por trás do desenvolvimento dos projetos: “Alguns membros de entidades consideram complicadas as informações solicitadas pela CACB, mas é preciso entender que, sem este acompanhamento, não há condições para seguirmos com esses projetos”.

Sobre a programa, ele acrescenta: “Hoje, o grupo assistiu à apresentação dos resultados junto ao Sebrae e, amanhã, iremos iniciar a discussão sobre o que foi positivo e também o que precisa ser melhorado”.

Participantes

Da Bahia, participa a coordenadora estadual, Herriette Cedraz. Da Associação Comercial de Feira de Santana, o presidente, Marcelo A. Souza, a executiva, Francisca de Souza, a consultora, Tatiane Amaral, e a empresária vinculada Patricia Maklyama.

Do Mato Grosso, comparecem o executivo da ACE de Rondonópolis, Robson Neves, a empresária nucleada Josefa Souza e a consultora do Empreender em Rondonópolis, Sandra Viana.

Do estado de Minas Gerais, estão presentes a analista de projetos da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Minas Gerais (Federaminas), Lavínia Dias, que afirmou: “O Empreender traz a aproximação entre as ACEs e os empresários, o que facilita a visualização de soluções para problemas enfrentados pelo empresariado. Com a valorização do associativismo, o mercado local é diretamente impactado. Hoje nós temos em Minas Gerais 31 municípios que participam do programa Empreender, cerca de 2.500 empresários. Os números mostram a importância dessa parceria entre as entidades estaduais, a CACB e o Sebrae”.

Além da analista, participaram a presidente da ACE de Além Paraíba (MG), Rosa Helena Teixeira, a executiva da ACE de Além Paraíba (MG), Alina Gomes, e a empresária nucleada, Cristina Silva.

De Pernambuco, participam o coordenador estadual, Walman Bezerra, o presidente da ACE de Caruaru, Pedro Miranda, a coordenadora de projetos de Caruaru, Ana Paula Medeiros, além da empresária nucleada Mariana Bezerra.

Do Rio Grande do Sul, prestigiam o evento o presidente da Associação da Empresas de Pequeno Porte do RS (Microempa), Jovenil Lima, a coordenadora da Microempa, Liamara Stuermer, a consultora, Josiane Costa, o executivo, Antônio Carlos Bressan, e a empresária nucleada Luciana Gomes.

Segundo a avaliação do presidente da Associação, nos municípios gaúchos, existe um divisor de águas- antes e depois do Empreender: “Antes, nós tínhamos em torno de 1.500 associados, hoje em dia temos quase 2.000. Isso é um número que mostra a proximidade da Microempa com o projeto, com a CACB e com o Sebrae, além da importância do Programa.”

Da Federasul, participou a coordenadora Tamara Aranchipe. De acordo com ela, “o programa mobilizou não só as entidades que participaram do edital, mas também outras que se interessaram ao decorrer da execução, causando uma mobilização que afetou todo o estado. Nós capacitamos mais de 30 consultores com a metodologia do Empreender, com o objetivo de ampliar o programa no estado. A Federasul irá realizar agora o 1º Seminário de Núcleos do Empreender, o que mostra o quanto a entidade acredita nos núcleos setoriais e no programa Empreender, e o quanto essa parceria com o Sebrae e a CACB está dando certo. A qualificação, o atendimento, serviço, a questão de eles estarem associados em geral, mostra o quanto o programa afeta de forma positiva essas micro e pequenas empresas e seus municípios”.

Fonte: Empreender

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Neusa Galli Fróes
    Froés berlato associadas

    Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • neusa@froesberlato.com.br
    Telefones:
    (51) 3388 6847 / (51) 9123 6847

    E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311