1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / Mercado

Compras online e personalizadas serão tendências de presentes para o Dia das Mães

Pesquisa aponta que 85% dos consumidores irão presentear no Dia das Mães, apesar do Coronavírus. As expectativas para as vendas online de itens como perfumes, roupas, chocolates e flores são altas

04 de maio de 2020 - 11:21

Com grande representatividade no setor de consumo varejista, o período do Dia das Mães traz boas perspectivas para os pequenos negócios, mesmo diante da pandemia do Coronavírus. 85% dos filhos pretendem presentear suas mães no domingo, dia 10 de maio, de acordo com pesquisa recente Behup/Globo 2020. Desse total, a maioria (82%) considera comprar os presentes de forma online. Em 2019, o e-commerce brasileiro faturou R$ 2,2 bilhões no Dia das Mães, a expectativa é que esse número cresça ainda mais neste ano. Segundo o estudo da Behup, a explicação para o aumento das vendas está na importância da data diante do isolamento social, imposto pela Covid-19.

Muitas mães fazem parte do chamado grupo de risco, pessoas que estão mais suscetíveis ao vírus e devem permanecer em isolamento. Para 57% dos entrevistados esse novo contexto social aumentou a importância da comemoração dessa data. Em relação aos presentes que serão escolhidos, os preferidos são: perfumes, roupas, chocolates, flores e acessórios. O gerente nacional de competitividade do Sebrae, Cesar Rissete, vê um cenário favorável para as vendas no período.

“Independente do momento, é fundamental que as empresas percebam quais são as motivações dos clientes para realizarem suas compras. O Coronavírus não mudou a importância da demonstração de afeto com as mães, ao contrário, com o distanciamento essa experiência ganhou ainda mais relevância. O que mudou é a forma como esse presente pode ser adquirido e entregue. A comodidade e a segurança das compras online, sem dúvida, será um diferencial para os pequenos negócios. Quem se preparar para isso, sairá na frente”, afirma Rissete.

Além do investimento no setor de delivery, o gerente do Sebrae acredita que outras tendências se fortalecerão com as vendas no Dia das Mães. “Oferecer flexibilidade na troca de produtos, estender o prazo, não cobrar valores de frete são algumas opções que se destacam no momento de decisão do cliente. Criar experiências novas, mimos e momentos especiais são iniciativas fáceis de implementar e que têm grande poder de fidelizar as mães. Comunicar os clientes sobre medidas de segurança que a empresa tem tomado, são mensagens e atitudes que mostram o que é realizado para combater o vírus”, indica Rissete.

Carla Bispo é proprietária da Minari Doces desde 2014 e sempre vendeu confeitos para casamentos. Com a suspensão dos eventos em todo o país, ela reconfigurou seu negócio e passou a oferecer kits personalizados, com impressão de fotos nas caixas e embalagens, para datas comemorativas. “Estou bastante empolgada com as vendas para o dia das mães. Tenho muitos clientes de outros estados encomendando e pedindo para entregar direto na casa dos pais, que moram aqui no Distrito Federal”, observa.

A microempreendedora revela que na Páscoa as vendas surpreenderam e agora para o Dia das Mães ela investiu na produção de uma quantidade maior dos seus bem-casados, que possuem diversos sabores de recheios feitos artesanalmente. “Aumentei a divulgação no Instagram, atendemos também pelo Whatsapp e tenho uma funcionária responsável somente pelas entregas. Outra preocupação é com o processo de embalagem e higienização. Além de entregar o produto pontualmente, prezamos por oferecer um presente que represente todo o carinho da família com a mãe, tudo com os devidos cuidados que essa fase requer”, afirma.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311