1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / PARANÁ

No Congresso da Faciap, presidente da CACB critica manutenção de privilégios das instituições brasileiras

George Pinheiro disse que a CACB vai ajudar o novo governo a criar as condições para germinar as boas sementes. “A próxima colheita promete. Nós confiamos nele, Jair Bolsonaro”, declarou

10 de novembro de 2018 - 19:15

O presidente da CACB, George Pinheiro, está em Foz do Iguaçu neste fim de semana para prestigiar o Congresso Empresarial Paranaense, uma realização da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná (Faciap). Neste sábado (10), Pinheiro discursou durante o evento e criticou o fato de as instituições brasileiras terem ignorado a mensagem das urnas e continuarem lutando pela manutenção de seus privilégios, regalias e barganhas “como se a crise não fizesse parte do mundo que desfrutam. Para estarrecimento de um eleitor indignado, os servidores mais bem pagos do País utilizam seu poder para aumentar os próprios salários, para usufruir de reposições e vantagens negadas à grande massa da sociedade brasileira”.

Em sua fala, o presidente da CACB disse estarmos vivendo um momento especial no Brasil, já que nunca estivemos tão próximos de promover uma ampla faxina na corrupção, limpando mesmo as velhas práticas da política. Um novo Brasil que desponta e traz esperanças de dias melhores e desenha um futuro melhor.

“Simplicidade, verdade, pertencimento e integração são as palavras de ordem deste momento. Mantras que a CACB vem praticando nos últimos anos. Estamos discutindo, acirradamente, o futuro do Brasil. Debatemos, enfaticamente, as necessidades não atendidas de toda uma população em contraposição aos privilégios de grupos de amigos do poder”, pontuou.

Pinheiro também chamou a atenção para a irresponsabilidade das gestões que trouxeram caos para o País. Destacou as denúncias feitas contra aqueles que distribuem privilégios para poucos, em prejuízo de todos. É, segundo o presidente da CACB, “na contramão da análise de grandes cientistas políticos, em oposição aos formadores de opinião, ao poder político instituído e invertendo a lógica dos meios de comunicação tradicionais, uma mudança impensável aconteceu”, destacou, em alusão à eleição do futuro presidente da República, Jair Bolsonaro.

A CACB se posicionou a favor da eleição do candidato do PSL ainda no primeiro turno. No dia 03 de outubro, a entidade divulgou um manifesto de apoio a Bolsonaro, texto que foi reforçado no dia 17 de outubro, dias antes do segundo turno.

A eleição do novo presidente, segundo Pinheiro, partiu de uma sociedade até então apática e inerte, que passou a discutir política de forma fervorosa, em todas as camadas sociais, desde o uso do dinheiro público, até os valores morais e religiosos que queremos preservados em nossas leis. “Fizemos isso porque somos parte de uma sociedade que sonha com dias melhores e trabalha para concretizar sonhos. Discussões com argumentos econômicos, cotação do dólar, reação da bolsa de valores e seus reflexos sobre a geração de empregos passaram a fazer parte de conversas de bar, corridas de taxi, almoços de domingo. De tantas coisas não atendidas, esgotou-se a tolerância com o que está errado há tanto tempo, como o descaso total, o sofrimento dos outros e o desrespeito ao direito de quem carrega o país nas costas há tanto tempo”, refletiu.

O presidente da CACB seguiu criticando os políticos tradicionais que tentam confundir o respeito às opiniões divergentes com transigir em nossos valores morais, como tolerar o inaceitável “Rompe-se com o politicamente correto e famílias inteiras estremecem. Trata-se de pessoas de todas as idades que não tem mais medo de se expressar, que descobriram não estar sozinhas em sua rejeição ao populismo irresponsável. Mais do que uma simples mudança, uma renovação aconteceu em grau muito maior do que o esperado”, disse.

Aos maus líderes, Pinheiro disse desejar que a história os condene e os faça pagar pelo sofrimento que impõem à população. Aos empreendedores, abnegados e altruístas, que dão exemplo em todas as áreas da sociedade, se disse orgulhoso de estar com todos eles ali reunidos.

“Nós, do sistema CACB, nos sentimos felizes por capitanear um segmento que é essencial para fazer o Brasil crescer. São os empreendedores que garantem os empregos, quem pagamos os impostos, quem traz as inovações e quem faz o Brasil crescer. Portanto, empreendedores do Paraná, mais do que nunca, precisamos estar atentos a estes novos tempos que nos chama para participar desde País e interagir com seus novos mandatários”, disse.

Por fim, o presidente da CACB disse que nosso país vai aprimorar sua gestão, dificultar as práticas corruptas e enfrentar o crime organizado. “Com isso, tenho certeza, teremos condições de manter e sustentar uma economia sadia, um governo democrático e um povo mais feliz. De nossa parte, vamos ajudar o governo a criar as condições para germinar as boas sementes. A próxima colheita promete. Nós confiamos nele, Jair Bolsonaro. Salve o Brasil”, finalizou sob fortes aplausos.

O Congresso

O Congresso Empresarial Paranaense aconteceu na sexta-feira (09) e neste sábado (10), no Mabu Thermas & Resort, em Foz do Iguaçu. Em seu discurso, o presidente da CACB elogiou a repaginada ganhada pelo evento, com a intenção de abrigar mais empresários, gastando menos e atingindo um público maior. “Esta diretoria está cumprindo seu dever de, voluntariamente, liderar tantos empresários e dar voz a um exército solitário de empreendedores e fez mais: se adaptou aos novos tempos e, inovando, mudou a funcionalidade de seus encontros facilitando a participação de mais empreendedores. Uma visão, aliás, que serve de exemplo para o Brasil de hoje, um País que precisa reduzir seus gastos para beneficiar mais brasileiros”, declarou.

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Neusa Galli Fróes
    Froés berlato associadas

    Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • neusa@froesberlato.com.br
    Telefones:
    (51) 3388 6847 / (51) 9123 6847

    E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311