CACB

  1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / COOPERAÇÃO

Japoneses mostram seus produtos na Federasul

Missão de onze empresas do Japão busca parcerias no estado, em vário setores

26 de julho de 2017 - 09:59

Onze empresas japonesas, de pequeno e médio porte, se apresentaram nesta terça (25) na Federasul, em busca de negócios. No Brasil para conhecerem o mercado, os empresários japoneses são patrocinados pela Agência de Cooperação Internacional do Japão, a JICA, que programou uma estratégica visita em São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná e Minas Gerais, uma última escala dos encontros que iniciaram sábado (22). Porto Alegre é a segunda parada dos japoneses que buscam negócios nas áreas de agricultura, saneamento, farmacêutica, metalmecânica, química, tecnologia da informação e alimentação.

Japoneses

O coordenador da missão, Hiroshi Sato, da JICO, informou que a diversidade de setores desta missão é estratégica para o Japão, que busca ampliar seus negócios. “No início do ano, trouxemos ao Brasil empresas japonesas que atuam na área hospitalar, em convênio com os hospitais nipo-brasileiros”. A ideia agora é ampliar o leque de potencialidades, lembrou.

Vinte e três empresários gaúchos, das áreas privada e estatal, ouviram a apresentação dos japoneses na Federasul e se interessaram em participar desta cooperação que, segundo a JICO, pode incluir até mesmo cooperação financeira. “Os gaúchos, muitos do interior do estado, trouxeram seus produtos para mostrar aos japoneses”, informou a superintendente da Federasul, Fernanda Reichenbach, que acredita nas possibilidades de negócios entre os dois países, porque “precisamos da tecnologia que os japoneses dominam e eles necessitam do espaço que possuímos”, lembrou.

Rio Grande do Sul e Minas Gerais são dois estados com pequena participação japonesa. Por esta razão foram escolhidos para receberem a missão. No Paraná, eles vão focar em Curitiba e Londrina, nas áreas de cooperativas integradas. Em São Paulo, ponto de início e final dos encontros, os empresários se reuniram com empresas japonesas no Brasil, que mostraram a diversidade brasileira e também as dificuldades econômicas, como as crises e o sistema tributário. “O Brasil é um país muito difícil para entender, mas de grande potencial econômico”, disse um dos empresários durante explanação no Brasil.

Depois das apresentações, os empresários sentaram em mesas de negociações. Do setor de alimentação, a Andes Foods Japan Co., Ltd, com o CEO, Takamasa Kurachi, que, num bom português, disse que admira o empreendedorismo brasileiro e lembrou que o potencial gaúcho é grande em função do setor industrial. Sua empresa busca fornecedores para a produção de azeite de oliva, cogumelos secos e noni seco. Esta mesa de negociação esteve sempre cheia com empresários gaúchos interessados em conhecerem melhor os produtos.

Nesta quarta, os japoneses se encontram na Federação das indústrias do Rio Grande do Sul onde vão conhecer a política de incentivos do governo gaúcho e o parque industrial do estado.

Fonte: Federasul

 

 

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311