CACB

  1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / ACSP

Vendas do varejo de SP apresentam primeira alta de 2016

17 de novembro de 2016 - 09:48

O movimento de vendas do comércio varejista paulistano apresentou alta média de 2,1% na primeira quinzena de novembro em comparação com o mesmo período do ano passado. A informação é do Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). É a primeira vez, no ano, que a pesquisa registra aumento. O resultado poderia indicar uma recuperação do varejo. Contudo, na avaliação da ACSP, o saldo positivo decorre de dois fatores.

Um deles é a base fraca de comparação com a mesma quinzena de 2015, quando a retração média foi de 15,2%, no auge dos efeitos da crise político-econômica brasileira. A outra causa é o efeito-calendário. Em 2016, os 15 primeiros dias de novembro tiveram um dia útil a mais sobre igual período do ano passado, beneficiando as lojas. Além disso, os feriados desta quinzena foram mais favoráveis ao setor. O primeiro (Finados) caiu numa quarta-feira, evitando a emenda. Já o segundo (Proclamação da República) foi afetado pelo mau tempo, o que evitou que mais paulistanos viajassem.

“É um bom resultado, mas circunstancial. Não podemos projetá-lo para o fim do mês e nem para o fechamento do ano. Ainda há incertezas no cenário macroeconômico. Só a recuperação do emprego, da renda e da confiança pode – de fato – alterar os nossos indicadores econômicos”, comenta Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

O avanço médio de 2,1% nas vendas do varejo paulistano foi puxado pelas comercializações a prazo, que subiram 4,6%. Embora as linhas branca e marrom ainda estejam em queda, nota-se uma procura maior por eletroportáteis e celulares, que são produtos de menor valor e, portanto, com parcelas mais acessíveis.

Já as transações à vista tiveram pior desempenho – caíram 0,5% – porque os itens de vestuário e calçados da moda Primavera-Verão não decolaram, em decorrência das temperaturas mais amenas.

Comparação mensal

Frente à primeira quinzena de outubro de 2016, o movimento de vendas na cidade na primeira quinzena de novembro caiu em média 5,2%, sendo que os recuos foram de 1,6% a prazo e de 8,7% à vista. O resultado se explica pela sazonalidade, visto que outubro contou com o Dia das Crianças, o que deu fôlego ao comércio, sobretudo na área de bens semiduráveis (vestuário, calçados, brinquedos).

O Balanço de Vendas da ACSP é elaborado quinzenalmente com base em amostra fornecida pela Boa Vista Serviços.

Tabela 1 – Balanço de Vendas 1ª quinzena de novembro

  Nov.16 / Out.16 Nov.16 / Nov.15
IMC -1,6% 4,6%
ICH -8,7% -0,5%

IMC: Indicador de Movimento do Comércio a Prazo (SCPC)
ICH: Indicador de Movimento de Cheques (SCPC CHEQUE)
IRI e IRC suspensos temporariamente para São Paulo em virtude da Lei do AR

FONTE: Baseado em amostra fornecida pela Boa Vista Serviços (BVS) – Elaboração IEGV/ACSP

Tabela 2 – Histórico Balanço 2016

MÊS QUINZENAL* MENSAL*
Janeiro -20,05% -18,4%
Fevereiro -17,9% -8,6%
Março -8,85% -14,5%
Abril -4,25% -8,4%
Maio -17,2% -13,9%
Junho -1,9% -1,5%
Julho -9,2% -9,7%
Agosto -9,5% -5,3%
Setembro -5,3% -7,8%
Outubro -6,9% -6,9%
Novembro 2,05%  

*Frente a iguais períodos de 2015

Assessoria de Imprensa ACSP

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311