1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / EXPORTAÇÃO

Solenidade em Brasília marca abertura do mercado norte americano à carne bovina

02 de agosto de 2016 - 11:24

O vice-governador do Rio Grande do Sul e presidente do Conselho Superior da CACB, José Paulo Cairoli, participou nesta segunda-feira (01), no Palácio do Planalto, em Brasília, da assinatura do acordo de reingresso da carne brasileira no mercado norte-americano. O evento, que teve a presença do presidente interino, Michel Temer, da embaixadora dos Estados Unidos, Liliana Ayalde, e do ministro da Agricultura, Blairo Maggi, permitirá a exportação de 64 mil toneladas de carne in natura para os Estados Unidos, com a participação de três frigoríficos gaúchos. “Com a carta verde, abrimos novas perspectivas para o mercado gaúcho o que vai impulsionar a economia e motivar os pecuaristas”, afirmou o vice-governador José Paulo Cairoli após a cerimônia.

Troca de cartas
O ato serviu para que houvesse a troca de cartas de reconhecimento de equivalência dos controles oficiais de carne bovina entre os dois países. Tanto o Brasil poderá vender o produto para os norte-americanos, quanto os Estados Unidos para o mercado brasileiro, já que seguiram procedimentos de avaliação técnica independentes, que foram concluídos no mesmo período. A expectativa é que os embarques se iniciem nos próximos 90 dias, após finalização dos trâmites administrativos pelas autoridades sanitárias dos dois países. O Brasil deverá exportar 64 mil toneladas de carne para os EUA, com a participação de 19 frigoríficos autorizados, sendo três do RS.

Passaporte americano
“Essa equivalência de serviço de defesa do Brasil e EUA vai nos possibilitar abrir comércio com outros países com os quais, até o momento, não temos relação comercial. Para estas nações, o fato de saber quem comercializa com os Estados Unidos é condição determinante para que possam também comprar do Brasil. Portanto, essa abertura para os Estados Unidos de venda de carne In Natura, com a quantia de 64 mil toneladas, é um fator importante, mas, acima de tudo, permite que o Brasil tenha o ‘passaporte’ americano, que nos abrirá muitas outras possibilidades de negócios”, diz Cairoli.

Carne bovina brasileira volta a ser exportada para os EUA

Foto: Ascom GVG/Divulgação

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311