CACB

  1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / MODERNIZAÇÃO

Reforma administrativa é debatida em live do Clube Empreendedor Brasil

O secretário de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Caio Mário Paes de Andrade fez uma apresentação sobre a proposta da nova administração pública. O presidente da CACB, George Pinheiro, participou do encontro

09 de abril de 2021 - 09:36

O grupo Clube Empreendedor Brasil, presidido por Luis Claudio Souza Leão, realizou nessa quinta-feira (08) uma live com o secretário de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Caio Mário Paes de Andrade, o presidente da CACB, George Pinheiro, e o presidente da Fecomércio/RJ, Antônio Florencio de Queiroz Junior. A ideia era conhecer o trabalho realizado por Andrade e a proposta de reforma administrativa proposta pelo governo.

De acordo com Andrade, sua secretaria tem o dever de supervisionar importantes órgãos da esfera federal, é responsável pelas normas da administração pública e da área de tecnologia da informação, além de fazer a gestão de pessoas do funcionalismo público. O secretário destacou alguns dos programas liderados pela pasta, como o login único do cidadão para acesso aos serviços digitais e o portal Gov.br, criado para dar identidade aos órgãos ligados ao governo.

Em sua fala, o secretário criticou a falta de um meio de avaliação do trabalho realizado pelos servidores públicos em nosso país, um dos pontos que deve mudar com o que chama de nova administração pública. “Nós não sabemos como motivá-los, cobrá-los ou avaliá-los. Não temos uma clareza disso, como grandes empresas têm. É possível, sim, fazer uma boa gestão de pessoas, mesmo tendo tanta gente. Queremos entender bem o servidor, para que ele saiba o valor disso e atenda bem a população”, declarou.

Andrade criticou o atraso do Estado brasileiro com relação à administração pública e afirmou que devemos olhar para a reforma sabendo das possibilidades de avanço e modernidade que ela traz, pressionando o Congresso Nacional para que vote a proposta rápido, bem e com a consciência do que está fazendo.

De acordo com dados apresentados, entre 2008 e 2019, houve um aumento de 145% do contingente e de gastos no funcionalismo público. O resultado disso é um engessamento do orçamento para investimentos e despesas não obrigatórias. Em 2021, apenas 6,3% do montante deve ser direcionado para isso.

“No cenário atual, temos aí o maior problema de todos. Mesmo contando com investimento privado, seria muito bom se o setor público tivesse capacidade de investir também. Do jeito que vamos, logo os recursos para a manutenção dos equipamentos públicos vai acabar”, aponta o secretário.

De acordo com Andrade, os direitos já garantidos pelos servidores não sofrerão alteração. As mudanças que a reforma traz são apenas para novos servidores. Haverá um novo regime de vínculos e a organização da administração pública será modernizada, além das mudanças na gestão de desempenho, nas diretrizes de carreiras entre outras.

“A nova administração pública é moralmente importante. Acreditamos que será uma revolução, porque vai sobrar mais dinheiro para tudo no país. A gente precisa se modernizar e retirar o atraso que já está no nosso pescoço. O Estado tem de que ser menor, mais eficiente e menos burocrático”, disse.

O presidente da CACB, George Pinheiro, concordou com a apresentação do secretário e o trabalho que vem sendo realizado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente da República, Jair Bolsonaro, que não têm medido esforços para melhorar o ambiente econômico brasileiro. “As reformas precisam ser feitas para acabarmos com essa estrutura arcaica do nosso país. Nós estamos de acordo com essa empreitada para mudarmos o Brasil de vez”, declarou.

A live está disponível na íntegra no canal do YouTube do Clube Empreendedor Brasil, e você pode assisti-la clicando aqui.

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311