Imprensa
LEVANTAMENTO

Produção da indústria cai em 9 dos 14 locais pesquisados em dezembro

Maiores baixas partiram de Pernambuco, Amazonas e Santa Catarina. Considerando todos os locais, indústria nacional recuou 0,7%

5 de fevereiro de 2016 às 18:36

A produção da indústria brasileira caiu em 9 dos 14 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em dezembro. As maiores baixas partiram de Pernambuco (-11,9%), Amazonas (-7,1%) e Santa Catarina (-5,4%).

Já em relação a dezembro de 2014, a indústria caiu em 13 dos 15 locais. Os estados de Amazonas (-30%), Espírito Santo (-19,1%) e Paraná (-16,1%) mostraram os recuos mais fortes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Considerando todos os locais, a indústria nacional mostrou sua sétima queda mensal seguida em dezembro e fechou 2015 com a maior queda da história. A produção industrial encerrou o ano passado com queda acumulada de 8,3%. Foi o maior recuo da série, iniciada em 2003. Na comparação com novembro, a atividade fabril sofreu redução de 0,7% e diante de dezembro do ano anterior, de 11,9%.

Ceará (-13,4%) e São Paulo (-12,4%) também tiveram quedas mais acentuadas que a média nacional em relação a dezembro de 2014 (-11,9%), enquanto Rio Grande do Sul (-11,5%), Minas Gerais (-10,9%), Rio de Janeiro (-10,2%), Pernambuco (-9,8%), Santa Catarina (-9,8%), Bahia (-6,0%), Região Nordeste (-5,6%) e Goiás (-1,8%) completaram o conjunto de locais em queda no mês.

Já Mato Grosso (18,7%) e Pará (3,7%) mostraram avanços, impulsionados, em grande parte, pelo comportamento positivo de produtos alimentícios e de produtos de madeira, no primeiro local; e de indústrias extrativas, no segundo.

Em relação a novembro, São Paulo (-2,3%), Pará (-1,8%) e Espírito Santo (-1,7%) também tiveram recuos mais intensos que a média nacional (-0,7%), enquanto Paraná (-0,7%), Goiás (-0,6%) e Região Nordeste (-0,4%) completaram o conjunto de locais com índices negativos em dezembro de 2015.

Já o Rio Grande do Sul (1,8%) mostrou o avanço mais elevado e intensificou a expansão de 1% verificada em novembro. Os demais resultados positivos foram registrados por Bahia (1,4%), Rio de Janeiro (1,3%), Minas Gerais (1,1%) e Ceará (0,6%).

No acumulado do ano, houve quedas em 12 dos 15 locais e em 5 deles o recuo foi com intensidade superior à média nacional (-8,3%): Amazonas (-16,8%), Rio Grande do Sul (-11,8%), São Paulo (-11,0%), Ceará (-9,7%) e Paraná (-9,6%).

Santa Catarina (-7,9%), Minas Gerais (-7,9%), Bahia (-7,0%), Rio de Janeiro (-6,5%), Pernambuco (-3,5%), Região Nordeste (-3,0%) e Goiás (-2,5%) completaram o conjunto de locais em queda no ano.

Nesses locais, o menor dinamismo foi influenciado pela diminuição na fabricação de bens de capital, bens intermediários, bens de consumo duráveis e bens de consumo semi e não-duráveis (medicamentos, produtos têxteis, vestuário, bebidas e alimentos).

Por outro lado, Pará (5,7%), Mato Grosso (4,7%) e Espírito Santo (4,4%) assinalaram avanços.

Em dezembro, no acumulado nos últimos 12 meses (-8,3%), houve quedas em 12 dos 15 locais.

No confronto dos índices do 3º com o 4º trimestre de 2015, ambas as comparações contra iguais períodos do ano anterior, os sinais de diminuição no ritmo produtivo também ficaram evidentes, segundo o IBGE. Dez dos 15 locais pesquisados mostraram perda de dinamismo, acompanhando o movimento do índice nacional (de -9,3% para -11,8%).

Fonte: G1

Últimas Notícias

Inscrições para evento sobre bioeconomia na Alemanha terminam em 25 de julho Inscrições para evento sobre bioeconomia na Alemanha terminam em 25 de julho
Internacional 23 de julho de 2024 às 15:50

Inscrições para evento sobre bioeconomia na Alemanha terminam em 25 de julho

Estudo do projeto Desenvolve Mulher Empreendedora revela impactos do empreendedorismo feminino Estudo do projeto Desenvolve Mulher Empreendedora revela impactos do empreendedorismo feminino
CMEC 23 de julho de 2024 às 11:26

Estudo do projeto Desenvolve Mulher Empreendedora revela impactos do empreendedorismo feminino

Portaria que regulamenta o trabalho aos domingos e feriados deve ser adiada novamente Portaria que regulamenta o trabalho aos domingos e feriados deve ser adiada novamente
Trabalho domingos e feriados 22 de julho de 2024 às 17:37

Portaria que regulamenta o trabalho aos domingos e feriados deve ser adiada novamente

Rondônia finaliza primeira etapa de capacitação do Poder da Rede Rondônia finaliza primeira etapa de capacitação do Poder da Rede
Empreender 22 de julho de 2024 às 17:17

Rondônia finaliza primeira etapa de capacitação do Poder da Rede

Nova portaria do Programa Brasil mais Produtivo entra em vigor em 1º de agosto Nova portaria do Programa Brasil mais Produtivo entra em vigor em 1º de agosto
MPEs 22 de julho de 2024 às 16:44

Nova portaria do Programa Brasil mais Produtivo entra em vigor em 1º de agosto

Portos de Santa Catarina: desafios e oportunidades no cenário global serão debatidos no Logistique Summit Portos de Santa Catarina: desafios e oportunidades no cenário global serão debatidos no Logistique Summit
Fascisc 19 de julho de 2024 às 15:01

Portos de Santa Catarina: desafios e oportunidades no cenário global serão debatidos no Logistique Summit

Serviços

Ver todos

Soluções dedicadas ao empresário brasileiro

Conheça nossos serviços para a sua empresa.

Conhecimento e informação nos conecta

Compartilhamos conteúdo do seu interesse

  •  

Eventos

Ver todos

Agenda dos Eventos Empresarias

Participe dos eventos organizados por entidades que apoiam os empresários do Brasil.

Busca

Fechar

Categorias de Serviços

Fechar

Categorias de Vídeos

Fechar

Entidades

Fechar
Logomarca Hotpixel