CACB

  1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / Sintonia

Presidentes de Associações Comerciais tomam posse para o biênio 2017/2018

CACB defende unificação de mandato

23 de janeiro de 2017 - 11:34

Na noite de sexta-feira, 20, a Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Mato Grosso – FACMAT realizou a solenidade de posse dos novos presidentes de Associações Comerciais de vários municípios do Estado, para o biênio 2017/2018. Além do presidente da FACMAT, Jonas Alves, o evento teve a presença do presidente da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil – CACB, George Pinheiro e do Secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ricardo Tomczyk, entre outras autoridades.

O presidente da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Rondonópolis, Juarez Orsolin falou em nome de todos os presidentes empossados na solenidade. “Sinto-me honrado por ter sido escolhido para falar em nome de todos os presidentes de Associações Comerciais que estão tomando posse hoje. Tenho a convicção que, estando à frente dessa entidade de classe, nosso papel principal será fazer das Associações Comerciais a casa do empreendedor, do empresário, trazendo respostas as suas demandas e seus anseios. É importante ressaltar que atualmente fazemos parte de uma das instituições de maior capilaridade do país, pois estamos presentes nas 24 federações, com aproximadamente 2300 Associações Comerciais e que abrangem em torno de 2 milhões de empresários. Vejam a força que está em nossas mãos! Basta fortalecê-la e saber usufruí-la em benefício do desenvolvimento de nossas empresas e consequentemente estaremos dando nossa parcela de contribuição para o desenvolvimento socioeconômico de nosso país. Portanto, é necessário que caminhemos juntos, firmes em nossos propósitos, nos apoiando e nos fortalecendo, para que todas as Associações marquem presença nos seus municípios, através de uma atuação efetiva na sociedade”, disse Juarez.

George Pinheiro, presidente da CACB, abriu sua fala elogiando a solenidade de posse coletiva dos presidentes de ACEs, pois cumpre um dos ritos mais importantes para a Confederação, que é a de reforçar a união das entidades. “Parabéns à FACMAT pela posse coletiva, que remete para a atualidade e projeta para um futuro de grandes realizações e mudanças construtivas, pois mandatos com o mesmo tempo e na mesma época possibilitam realizações concretas e substanciais. Lutamos há dois séculos pela livre iniciativa através de nossas lideranças. Queremos construir a ponte para o Brasil de amanhã, mais justo e igualitário e menos hostil para com quem investe. Para isso precisamos de nossos líderes empresariais”, falou. Ele também comentou sobre alguns projetos da confederação para este ano. “A CACB começa 2017 cheia de projetos e disposta a buscar saídas de sustentabilidade para todos os filiados. Pretendemos implantar o impostômetro em todas as entidades filiadas, pois é importante levar para todos as informações da carga tributária deste país. Precisamos ter consciência do quanto pagamos de imposto e do pouco que recebemos em troca de serviços. Outro projeto que estamos trabalhando para dar sustentabilidade aos nossos filiados é a criação de cooperativas de crédito, adotando um modelo vitorioso que já está em funcionamento em uma de nossas federações”. O presidente da CACB terminou sua fala ressaltando a importância de incentivar as micro e pequenas empresas para que se tornem exportadoras e que em 2019 as Associações Comerciais terão a oportunidade de trocar experiências com entidades internacionais, com a realização do 11° World Chambers Congress, no Rio de Janeiro.

O Secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ricardo Tomczyk disse que para ele é um orgulho participar do evento de posse dos novos presidentes de Associações Comerciais e representar o governador Pedro Taques. Ele falou também sobre o momento econômico pelo qual o país está passando:

“Nós vivemos em 2016 um dos anos mais difíceis na história econômica do estado de Mato Grosso e também bastante complicado no âmbito político. Foi um ano que exigiu esforço redobrado dos empresários, cortando custos, diminuindo a estrutura de suas empresas para enfrentar o momento de desaceleração econômica que já começou em 2015, e um momento também de muito esforço do setor público, que também teve que enxugar a sua máquina. Estamos agora começando um novo ano que já tem indícios de melhora, sinais positivos na economia do estado de Mato Grosso, mas existe ainda um longo caminho para ser trilhado. Quero destacar um trabalho que foi iniciado em 2016, mas que infelizmente ainda não foi concluído e que é um divisor de águas, que o governo do estado, juntamente com o setor privado começou a construir, que é a Reforma Tributária do estado. O sistema tributário que nós temos hoje é perverso. Com um esforço em conjunto, com o esforço das entidades aqui representadas pela FACMAT, que participou intensivamente de todos os debates que foram feitos a respeito desse tema, assim como outras federações e associações de classe, nós avançamos bastante. Não foi possível finalizar o trabalho a contento devido ao exíguo tempo que tivemos.  O governo decidiu tirar o projeto da pauta da Assembleia para que o assunto pudesse ser melhor discutido. Vamos retomar esse debate para que possamos concluir esse projeto e aprová-lo, para que em 2018 além da recuperação econômica, nós tenhamos um ambiente de negócios com mais segurança jurídica e mais estabilidade aqui dentro do estado. Estou aqui trazendo a mensagem do governador Pedro Taques, que é uma mensagem de otimismo. Vivemos um 2016 difícil, mas viveremos certamente um 2017 melhor e quem sabe nos próximos anos a gente possa voltar a crescer com bastante entusiasmo e as empresas vendam cada vez mais, gerando cada vez mais empregos. Desejo sucesso na gestão de cada um dos presidentes que estão tomando posse hoje”, falou o Secretário.

Jonas Alves, presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Mato Grosso – FACMAT fechou os discursos da solenidade. Ele deu boas vindas a todos e também falou sobre a situação econômica de Mato Grosso e sobre a Reforma Tributária. “No ano de 2016 trabalhamos intensamente na discussão da Reforma Tributária. Foram realizados vários estudos e apresentadas propostas, com o objetivo de simplificar a nossa legislação tributária, conforme a promessa de campanha do nosso governador Pedro Taques. Em função do curto tempo e de tantos detalhes ainda a serem tratados, depois de vários pedidos da FACMAT e de outras entidades empresariais, o governador teve a sensibilidade de adiar a construção da Reforma Tributária para o primeiro semestre de 2017. Desta forma, a Assembleia Legislativa terá o segundo semestre inteiro para a apreciação do projeto, para que a reforma entre em vigor em 2018. Precisamos da participação dos senhores e senhoras para construirmos uma Reforma justa, que atenda os anseios do estado e da sociedade e que não onere ainda mais o bolso do cidadão”.

O presidente da FACMAT ressaltou ainda o trabalho dos ex-secretários e Fazenda e do atual, bem como o trabalho dos deputados que fazem parte da Frente Parlamentar em Defesa do Comércio, que muito ajudaram para que as discussões fossem trazidas para 2017. “Ao governador Pedro Taques quero agradecer a sua compreensão e destacar sua determinação em construir a Reforma sempre ouvindo a sociedade organizada. O custo do governo ainda continua grande para a sociedade, mas sabemos do esforço que o governador está fazendo para reverter esta situação e apoiamos as reformas que estão sendo realizadas para colocar a casa em ordem. É preciso reequilibrar as contas para que o governo possa aumentar os investimentos, promovendo o crescimento econômico do estado. Quero contar com a contribuição de todos os presidentes das Associações Comerciais para a elaboração desta Reforma Tributária. Esta é uma oportunidade ímpar de criarmos um ambiente de negócios melhor para todos nós. Cada presidente conhece bem a realidade de sua região e tem condições de contribuir com seus conhecimentos para a construção de um estado melhor. Temos um papel importante nas grandes decisões tomadas dentro do estado, e por isso é primordial que sejamos uma classe unida”, finalizou.
Fonte e texto: Assessoria de imprensa ACC / FACMAT

Foto: Marcondes Araújo / Entrevia Produções

Assessoria de Imprensa/CACB

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311