Imprensa
CRISE

Miro Teixeira (Rede-RJ) defende que é preciso reestabelecer confiança nas instituições para tirar país da inércia

"Só mudaremos esse quadro com coragem e vontade de mudança. Não vamos permitir que nosso país, por imobilizado, acabe arruinado”, afirmou o parlamentar em almoço na ACRio

21 de março de 2016 às 20:39

Deputado federal Miro Teixeira (Rede-RJ)

Deputado federal Miro Teixeira (Rede-RJ)

Mais de 600 lojas fechadas só no Centro da capital fluminense, de acordo com o Sindicato de Lojistas do Rio de Janeiro; desemprego que, até 2015, atingiu 9 milhões de brasileiros, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD); construção civil, que registrou mais de 400 mil cortes somente ano passado. Os números são alarmantes e, de acordo com o deputado federal Miro Teixeira (Rede-RJ), trazem responsabilidade às instituições compromissadas com o desenvolvimento nacional.

“Para tirar o Brasil do imobilismo é preciso reestabelecer a confiança nas instituições. Só mudaremos esse quadro com coragem e vontade de mudança. Não vamos permitir que nosso país, por imobilizado, acabe arruinado”, afirmou o parlamentar, na última sexta-feira (18/3), durante Almoço do Empresário na Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRio).

Na ocasião, Miro Teixeira, que foi ministro das Comunicações no primeiro mandato de Lula, em 2003, disse que é a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff. O parlamentar destacou, entretanto, que a escolha da nova liderança deveria ser feita através de eleição direta, via voto popular, e não por um colegiado fechado. Isso porque tramita, no Congresso Nacional, um pedido de impeachment que, se chancelado, derrubará Dilma Rousseff e conduzirá o vice-presidente, Michel Temer (PMDB), à presidência. Já o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) analisa quatro ações movidas pelo PSDB com objetivo de cassar a chapa Dilma-Temer, o que poderia levar à convocação de eleições presidenciais diretas ou indiretas.

Miro Teixeira cita que, se o TSE cassar Dilma neste ano, ou seja, antes da metade do mandato, o presidente da Câmara assumirá e convocará eleições diretas em 90 dias. O deputado ressalta que, caso a cassação pelo TSE ultrapasse um dia após o segundo ano de governo, haverá eleição indireta de um novo presidente, escolhido pelo Congresso.

“Esse é o temor de algumas forças que analisam o processo e entendem que há grupos interessados em fazer uma substituição do poder, mas não pelas eleições diretas. E eu entendo que a paz nacional pela qual devemos lutar se dá pelas eleições diretas”.

O parlamentar, integrante do partido Rede Sustentabilidade, disse ainda que a ex-ministra do Meio Ambiente e fundadora da legenda, Marina Silva, pediu, hoje pela manhã, por telefone, uma audiência com o presidente do TSE, Dias Toffoli, e com a ministra Maria Thereza de Assis Moura, relatora da ação do PSDB que pede a cassação do mandato da presidente Dilma Rousseff e do vice Michel Temer.

“Temos três hipóteses para o impeachment. Pelo Congresso Nacional, e aí quem assume é o Michel Temer; a segunda hipótese, a renúncia, ninguem pode determinar. E a terceira hipótese, que é a decisão do TSE, em quatro ações, unificadas pelo ministro Dias Toffoli e sob a relatoria da ministra Maria Thereza. Nesse caso, quais são os prazos para essas ações? Quais são os ritos”, indagou Teixeira.

Segundo Teixeira, a divulgação de diálogo com o ex-presidente Lula, onde Dilma afirma enviar “termo de posse” para ser usado em caso de necessidade, é uma afronta aos ideias republicanos e à nação.

“Ela (Dilma), em poucas frases, transgrediu o que há de mais essencial na República. Feriu a moralidade, a impessoalidade, a transparência, em poucos minutos. Talvez um presidente civil jamais tenha feito tamanho estrago contra a Constituição brasileira. Eu, pessoalmente, sou definido pelo impeachment”, lamentou.

Fonte: ACRio

Últimas Notícias

Novo regime de origem do Mercosul simplifica regras e fortalece o comércio Novo regime de origem do Mercosul simplifica regras e fortalece o comércio
Comércio Internacional 18 de julho de 2024 às 15:14

Novo regime de origem do Mercosul simplifica regras e fortalece o comércio

Facerj promove seminário sobre Economia do Mar Facerj promove seminário sobre Economia do Mar
FACERJ 18 de julho de 2024 às 15:00

Facerj promove seminário sobre Economia do Mar

Facer lança o projeto Liquida Rolim, que promete movimentar diversos setores da economia local Facer lança o projeto Liquida Rolim, que promete movimentar diversos setores da economia local
Rondônia 18 de julho de 2024 às 13:51

Facer lança o projeto Liquida Rolim, que promete movimentar diversos setores da economia local

Conexão Faciap é realizado na ACIG Conexão Faciap é realizado na ACIG
Encontro 18 de julho de 2024 às 13:47

Conexão Faciap é realizado na ACIG

Presidente da Federaminas recebe homenagem no estado Presidente da Federaminas recebe homenagem no estado
Federaminas 17 de julho de 2024 às 16:40

Presidente da Federaminas recebe homenagem no estado

Faceb comemora 60 anos e nova diretoria toma posse Faceb comemora 60 anos e nova diretoria toma posse
Celebração 17 de julho de 2024 às 16:39

Faceb comemora 60 anos e nova diretoria toma posse

Serviços

Ver todos

Soluções dedicadas ao empresário brasileiro

Conheça nossos serviços para a sua empresa.

Conhecimento e informação nos conecta

Compartilhamos conteúdo do seu interesse

  •  

Eventos

Ver todos

Agenda dos Eventos Empresarias

Participe dos eventos organizados por entidades que apoiam os empresários do Brasil.

Busca

Fechar

Categorias de Serviços

Fechar

Categorias de Vídeos

Fechar

Entidades

Fechar
Logomarca Hotpixel