Imprensa
CNC

Intenção de consumo das famílias tem menor nível desde 2010

Índice atingiu 69,9 pontos em maio, em uma escala de 0 a 200.A queda mensal foi de 4,6% e, na comparação com 2015, de 27,5%

19 de maio de 2016 às 17:22

A intenção de consumo das famílias atingiu 69,9 pontos em maio, em uma escala de 0 a 200. Este é o menor nível já registrado desde quando a pesquisa foi iniciada, em janeiro de 2010, pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Na comparação com abril, o índice teve queda de 4,6%. Já na comparação com maio de 2015, queda na intenção de consumo foi maior, de 27,5%. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (19).

A queda foi maior entre as famílias que ganham até 10 salários mínimos. Para esse grupo, a intenção de consumo caiu 29% na comparação com maio de 2015. Entre os grupos que têm uma renda maior, o recuo foi de 19,6%.

Já entre as regiões, a maior queda da comparação anual foi registrada no Norte, com recuo 32,6%, seguido pelo Nordeste, com 30%. No Sudeste, a intenção de consumo diminuiu 26,7%; no Sul, 25,4% e no Centro-Oeste, 22,8%.

 

Entre as famílias, mais de 75% considera que não é um bom momento para a aquisição de bens duráveis (Foto: Reprodução / GloboNews)

Entre as famílias, mais de 75% considera que não é um bom momento para a aquisição de bens duráveis (Foto: Reprodução / GloboNews)

 

Famílias comprando menos

O indicador que apresentou a maior queda em maio foi o nível de consumo atual, com recuo de 8,7% na comparação com abril e de 39,2% em relação ao mesmo período de 2015. A maior parte das famílias, 65,9%, afirma que que está comprando menos que no ano passado.

Houve também queda no indicador de consumo de bens duráveis, que chegou a 42,9 pontos. O nível representa queda mensal de 3,7%, e de 39,1% na comparação com maio de 2015. A grande maioria das famílias, 75,7%, considera o momento atual desfavorável para compra desse tipo de bem.

Emprego

O indicador relacionado ao emprego atual atingiu 100,2 pontos em maio, também o menor já registrado pela pesquisa. O número representa queda de 2,5% em relação a abril e de 15% na comparação com maio de 2015.

Sobre a segurança em relação ao emprego atual, foi registrada uma pequena diferença entre os que se dizem mais confiantes em relação ao ano passado e os que se sentem menos seguros. Os mais confiantes são 29,4%, enquanto 29,2% se dizem menos seguros. 24,5% disseram que a expectativa é igual à do ano passado, e 16,9% não responderam.

Já o indicador de perspectiva profissional atingiu 93 pontos, uma queda de 3,9% em relação a abril e de 15,9% na comparação com 2015. A maioria das famílias, com 48,38%, diz que as perspectivas no trabalho são negativas para os próximos 6 meses, contra 41,8% que afirmam serem positivas. 9,4% não responderam.

Fonte: G1

Últimas Notícias

Estudo do projeto Desenvolve Mulher Empreendedora revela impactos do empreendedorismo feminino Estudo do projeto Desenvolve Mulher Empreendedora revela impactos do empreendedorismo feminino
CMEC 23 de julho de 2024 às 11:26

Estudo do projeto Desenvolve Mulher Empreendedora revela impactos do empreendedorismo feminino

Portaria que regulamenta o trabalho aos domingos e feriados deve ser adiada novamente Portaria que regulamenta o trabalho aos domingos e feriados deve ser adiada novamente
Trabalho domingos e feriados 22 de julho de 2024 às 17:37

Portaria que regulamenta o trabalho aos domingos e feriados deve ser adiada novamente

Rondônia finaliza primeira etapa de capacitação do Poder da Rede Rondônia finaliza primeira etapa de capacitação do Poder da Rede
Empreender 22 de julho de 2024 às 17:17

Rondônia finaliza primeira etapa de capacitação do Poder da Rede

Nova portaria do Programa Brasil mais Produtivo entra em vigor em 1º de agosto Nova portaria do Programa Brasil mais Produtivo entra em vigor em 1º de agosto
MPEs 22 de julho de 2024 às 16:44

Nova portaria do Programa Brasil mais Produtivo entra em vigor em 1º de agosto

Portos de Santa Catarina: desafios e oportunidades no cenário global serão debatidos no Logistique Summit Portos de Santa Catarina: desafios e oportunidades no cenário global serão debatidos no Logistique Summit
Fascisc 19 de julho de 2024 às 15:01

Portos de Santa Catarina: desafios e oportunidades no cenário global serão debatidos no Logistique Summit

CACB aponta avanços e pendências na reforma tributária CACB aponta avanços e pendências na reforma tributária
Reforma Tributária 18 de julho de 2024 às 18:21

CACB aponta avanços e pendências na reforma tributária

Serviços

Ver todos

Soluções dedicadas ao empresário brasileiro

Conheça nossos serviços para a sua empresa.

Conhecimento e informação nos conecta

Compartilhamos conteúdo do seu interesse

  •  

Eventos

Ver todos

Agenda dos Eventos Empresarias

Participe dos eventos organizados por entidades que apoiam os empresários do Brasil.

Busca

Fechar

Categorias de Serviços

Fechar

Categorias de Vídeos

Fechar

Entidades

Fechar
Logomarca Hotpixel