1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / FACIAP

Inadimplência recua no Paraná e comércio registra melhora em 2016

28 de abril de 2016 - 18:54

Indicadores divulgados pela Faciap, Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná, nesta quarta-feira (27) mostram que o primeiro trimestre de 2016 foi melhor do que o esperado pelo comércio do estado.
Apesar de a quantidade de dívidas incluídas na BCF, Base Centralizadora Faciap de Proteção ao Crédito, ter aumentado, houve diminuição da inadimplência e crescimento da intenção de compra a crédito.
Segundo o IFRD, Indicado Faciap de Registro de Dívidas, o volume de dívidas cresceu 2,1% em comparação com 2015. “A notícia não parece boa se olharmos apenas o indicador referente ao registro de dívidas, já que ele aponta a inclusão de novos débitos na base de inadimplência. Mas quando analisamos todos os indicadores, vemos que estamos em um momento melhor para o varejo do que o que vimos em 2015”, analisa o vice-presidente da Faciap para assuntos de Bureau de Crédito, Claudenir Machado.
O primeiro trimestre de 2016 foi um período em que o consumidor buscou pagar as dívidas. O chamado IFRE, Indicador de Regularização de Dívidas, mostrou que a quantidade de débitos quitados aumentou 7,4% em relação ao mesmo período de 2015. “É muito interessante observarmos que o consumidor paranaense iniciou o ano com os pés no chão, seguindo a máxima de que a melhor coisa a fazer em tempos de crise é pagar as contas. O indicador mostra exatamente isto”, afirma o Coordenador da BCF, Edson Araújo Filho.
Já o IFIN, Indicador da Faciap para Inadimplência, referente ao acumulado até março de 2016, aponta que o varejo paranaense ganhou fôlego em comparação a 2015. Houve queda de 5,2% no volume de inadimplência em relação ao primeiro trimestre do ano passado. “Um dos fatores que contribuem para essa diminuição é a taxa de desempregos no Paraná, que está em melhor situação do que a do restante do país. Enquanto nacionalmente o aumento do desemprego, que já está em 10,2%, fez a inadimplência piorar, no Paraná a manutenção da taxa de desemprego no mesmo patamar dos últimos anos, de 5,8%, fez o consumidor aproveitar para pagar as contas e livrar-se dos juros”, afirma Coordenador da BCF, Edson Araújo Filho.
A melhora no comércio no início deste ano também é apontada pelo IFIC, que trata do volume de intenções de compra a crédito. Depois de um ano de estagnação, o indicador fechou o trimestre com 4,8% de crescimento em relação ao mesmo período de 2015. “Uma excelente notícia! Um alento para o varejo paranaense que precisa recuperar os prejuízos de 2015. A expectativa é que não fique apenas na intenção, mas que efetivamente o consumidor volte a comprar, fazendo a economia girar novamente”, diz o vice-presidente da Faciap para assuntos de Bureau de Crédito, Claudenir Machado.
Fonte: Faciap

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Neusa Galli Fróes
    Froés berlato associadas

    Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • neusa@froesberlato.com.br
    Telefones:
    (51) 3388 6847 / (51) 9123 6847

    E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311