1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / MEDIDA

Governo quer viabilizar R$ 2,6 bilhões em investimentos para portos

Secretaria de Portos anunciou 15 ações para o setor nesta terça-feira (10).Titular da pasta, Maurício Muniz, divulgou medidas após reunião com Dilma

10 de maio de 2016 - 20:50
Foto: Divulgação/Codern

Foto: Divulgação/Codern

O ministro da Secretaria de Portos, Maurício Muniz, anunciou nesta terça-feira (10) 15 atos que, afirmou, vão viabilizar investimentos de R$ 2,6 bilhões para o setor portuário nos próximos anos em dez estados.

Muniz fez o anúncio após encontro com a presidente Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto. Ele acontece às vésperas da análise, pelo Senado, da admissibilidade do processo de impeachment de Dilma. Se o plenário da Casa aceitar, a presidente pode ser afastada por até 180 dias.

Segundo Muniz, os anúncios desta terça fazem parte do Plano de Investimento em Logística, lançado no ano passado pela presidente, com a previsão de investir R$ 198,4 bilhões em infraestrutura por meio da concessão de portos, aeroportos, rodovias e ferrovias.

A previsão é que os investimentos anunciados nesta terça já estejam concluídos até 2018, disse o ministro.

Investimentos

Entre as ações anunciadas estão a assinatura dos contratos de arrendamento do terminal Granel Vegetal, no porto de Santos (SP), com a previsão de R$ 249,9 milhões em investimentos; e de arrendamento do terminal Celulose – Fibria Celulose, também no porto de Santos, com a previsão de R$ 161,9 milhões em investimentos.

A publicação do edital de licitação para o arrendamento do Terminal de Passageiros do porto de Recife (PE), com a estimativa de R$ 4,4 milhões em investimentos; publicação da abertura da consulta pública para o arrendamento do Terminal de Passageiros do porto de Fortaleza (CE), prevendo R$ 1,6 milhão em investimentos.

O ministro anunciou ainda a prorrogação do contrato de arrendamento do Terminal de Granéis Líquidos, no porto de Santos (SP), com a previsão de R$ 68,4 milhões em investimentos.

Terminais privados

Outra ação é a autorização para instalação de Terminais de Uso Privado (TUPs) em Canoas (R$ 69,7 milhões), Rio de Janeiro (R$ 61,5 milhões) e Manaus (R$ 1,5 milhão). E a autorização de Estação de Transbordo de Carga (ETC) em Vitória do Xingu (R$ 4,4 milhões) e em Belém (R$ 1,5 milhão).

Também faz parte do pacote a implementação de Terminal de Uso Privado (TUP) no Porto de Pontal (PR), com a previsão de R$ 1,5 bilhão em investimentos; e a ampliação do TUP do Porto de Itapoá (SC), com a estimativa de R$ 448,1 milhões em investimentos.

Por fim, o ministro anunciou a publicação da abertura de consulta pública sobre a nova poligonal do porto de Manaus (AM); e a homologação da poligonal do porto de Porto Velho (RO).

Momento político

Questionado sobre se, diante o atual momento político, o Executivo prepara uma “prestação de contas de fim de governo”, Muniz afirmou que o objetivo do anúncio desta terça foi estabelecer um “marco importante” que mostra, segundo ele, a viabilidade de investir em portos no país.

Ao classificar o processo de impeachment da presidente em tramitação no Congresso Nacional de “golpe”, como Dilma também tem feito, Muniz acrescentou que a secretaria é “bem estruturada” e os trabalhos continuarão se desenvolvendo mesmo que se confirme a mudança na Presidência.

“Independentemente do eventual processo de afastamento da presidenta Dilma, ou do golpe, independentemente do golpe, a secretaria está estruturada e os processos continuarão se desenvolvendo naturalmente”, declarou.

Fonte: G1

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311