CACB

  1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / CARTA

Frente CSE pede ao governo pauta para um novo ciclo de desenvolvimento econômico e emprego

Parlamentares entregaram a Michel Temer carta solicitando ação sobre dificuldades enfrentadas pelo setor produtivo

28 de abril de 2016 - 19:39

Temer1

Deputados integrantes da Frente Parlamentar do Comércio, Serviços e Empreendedorismo (CSE) entregaram uma carta ao vice-presidente Michel Temer. O documento pede a definição de uma pauta para um novo ciclo de desenvolvimento econômico e de geração de emprego. O encontro ocorreu no Palácio do Jaburu, em Brasília, nesta quarta-feira (27). Os parlamentares foram liderados pelo deputado federal Rogério Marinho (PSDB), presidente da Frente.

A Frente CSE critica, na carta, a “ausência de políticas públicas efetivas que fomentem a criação, manutenção e crescimento de micro e pequenas empresas”. O texto reclama da “carga tributária extremamente elevada e legislação tributária ultrapassada que atrapalham o setor, tornando a Reforma Tributária imprescindível”. Os parlamentares pendem também urgência na Reforma Previdenciária, “em vista da total desconexão do atual sistema com a capacidade contributiva do País”.

Temer 2

Assinado pela própria Frente Parlamentar, o documento diz que este “é o momento de unir forças contra as soluções despropositadas de aumento da carga tributária e de manutenção de um Estado inchado e incapaz de atuar. É o momento de apontar soluções, travar metas e trabalhar incessantemente em prol do povo brasileiro”.

Temer3

A Frente CSE conta com o apoio da União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços – UNECS, composta pela Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores – ABAD; Associação Brasileira de Supermercados – ABRAS; Associação Brasileira de Lojistas de Bares e Restaurantes – ABRASEL; Associação Brasileira de Lojistas de Shopping – ALSHOP; Associação Nacional de Materiais de Construção – ANAMACO; Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil – CACB; e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas – CNDL. Reunidas, as entidades representam mais de 15% (quinze por cento) do PIB nacional, ofertando cerca de 16 (dezesseis) milhões de postos de trabalho.

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311