Imprensa
Faciap

Feriados podem aumentar a perda de faturamento em R$ 2,5 bilhões ao Paraná

18 de janeiro de 2017 às 17:01

Segundo estimativa da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná (Faciap), os feriados de 2017 podem resultar numa perda de faturamento ao comércio do Paraná de R$ 13,7 bilhões. Em comparação com 2016, são quase R$ 2,5 bilhões a mais, o mesmo que 36%. Ao todo serão dez feriados ou pontos facultativos nacionais, sendo que neste ano teremos mais feriados que devem facilitar as chamadas “emendas”, quando caem em dias próximos ao final de semana e permitem que muita gente tenha mais dias de folga.

Para o diretor comercial da Faciap, Edson Araújo Filho, ainda assim, o comércio espera ter um ano melhor. “Considerando que este é um ano em que o comércio espera recuperar-se do fraco desempenho de 2016, o número de feriados durante a semana frustra, em partes, essa expectativa. Mas acreditamos que, mesmo assim, conseguiremos bons resultados”.

O assessor econômico da Faciap, Arthur Igreja, também acredita que este não é o momento ideal para tantos feriados. “Tudo o que estamos precisando é de retomada da economia. E com tantos dias de folga, a economia se mexe menos”, diz ele.

E não são apenas os empresários que estão preocupados com isso, segundo Arthur Igreja. A população também está mais consciente de que o ano no Brasil não pode começar só depois do Carnaval. “No geral, as pessoas entenderam que, o mais importante nesse momento, é que a economia gire. Por isso, querem mesmo é oportunidade de trabalho. Esse estigma de que o ano só começa depois do carnaval está acabando”.

O outro lado

Enquanto em alguns setores, o número maior de feriados prolongados representa prejuízo, para outros, é sinal de aquecimento. Segundo o Ministério do Turismo, as viagens nos fins de semana prolongados por feriados que caem na segunda, terça, quinta ou sexta-feira devem injetar R$ 21 bilhões a mais na economia em 2017.

A diretora do Hotel Continental Inn Cataratas, de Foz do Iguaçu, Manuele Fritzen, afirma que, para 2017, há uma estimativa de que o setor turístico da cidade cresça em aproximadamente 12% em comparação a 2016, com o número de feriados prolongados. “Estamos intensificando os programas de treinamento da equipe, para aprimorar o atendimento aos hóspedes, as ações comerciais e os programas que promovam a antecipação das reservas”, afirma ela.

Segundo Manuele Fritzen, a crise auxiliou todo o setor a fazer o dever de casa. “De acordo com os números do Parque Nacional do Iguaçu, o ano de 2016 foi ruim para Foz, com queda de 5% no número de visitantes. Por isso, tivemos que redesenhar processos para diminuir os custos sem que a qualidade fosse perdida, e adiamos investimentos”, conta ela. “Em 2017, com os feriados e o aumento da confiança do turista, esperamos recuperar o número de visitantes”.

Últimas Notícias

Presidente da Federaminas recebe homenagem no estado Presidente da Federaminas recebe homenagem no estado
Federaminas 17 de julho de 2024 às 16:40

Presidente da Federaminas recebe homenagem no estado

Faceb comemora 60 anos e nova diretoria toma posse Faceb comemora 60 anos e nova diretoria toma posse
Celebração 17 de julho de 2024 às 16:39

Faceb comemora 60 anos e nova diretoria toma posse

Ministro prorroga decisão que suspende reoneração da folha de pagamentos até setembro Ministro prorroga decisão que suspende reoneração da folha de pagamentos até setembro
Desoneração da Folha 17 de julho de 2024 às 16:07

Ministro prorroga decisão que suspende reoneração da folha de pagamentos até setembro

Estado do Goiás recebe primeira etapa do programa O Poder da Rede Estado do Goiás recebe primeira etapa do programa O Poder da Rede
Poder da Rede 16 de julho de 2024 às 15:21

Estado do Goiás recebe primeira etapa do programa O Poder da Rede

Brasil quer alcançar US$ 1 trilhão no comércio exterior Brasil quer alcançar US$ 1 trilhão no comércio exterior
Entrevista 16 de julho de 2024 às 12:32

Brasil quer alcançar US$ 1 trilhão no comércio exterior

Lira anuncia que a regulamentação do segundo projeto da reforma tributária será votada em agosto Lira anuncia que a regulamentação do segundo projeto da reforma tributária será votada em agosto
Economia 16 de julho de 2024 às 12:26

Lira anuncia que a regulamentação do segundo projeto da reforma tributária será votada em agosto

Serviços

Ver todos

Soluções dedicadas ao empresário brasileiro

Conheça nossos serviços para a sua empresa.

Conhecimento e informação nos conecta

Compartilhamos conteúdo do seu interesse

  •  

Eventos

Ver todos

Agenda dos Eventos Empresarias

Participe dos eventos organizados por entidades que apoiam os empresários do Brasil.

Busca

Fechar

Categorias de Serviços

Fechar

Categorias de Vídeos

Fechar

Entidades

Fechar
Logomarca Hotpixel