Notícias Empreender
Empreender

Notícias

“Proteger os oceanos é o melhor negócio”

Anúncio de parceria entre a Parley for the Oceans e a ICC para preservação ambiental é destaque do segundo dia do #11WCC

14 de junho de 2019 às 01:37

Cyrill Gutsch, CEO da Parley For The Oceans

Uma das pautas do 11th World Chambers Congress é o papel das câmaras de comércio na promoção da preservação ambiental. A plenária “O discurso da liderança: mudando o mundo permanentemente” trouxe o discurso inspirador de Cyrril Gutsch, o CEO da Parley for the Oceans, uma organização não-governamental sem fins lucrativos que pretende ser um espaço para criadores, pensadores e líderes disseminarem a consciência da beleza e da fragilidade dos oceanos e concretizar projetos que evitem sua destruição. O debate foi mediado pela secretária geral e CEO da ICC Suécia, Susanna Zeko.

Gutsch inicia a fala realçando que “a Parley não quer ser mais uma organização ambiental daquelas que falam às empresas que continuem sentadas em seu lugar e nos depositem um cheque e nós resolveremos o problema para vocês”. Ao contrário disso, ele convoca os ativistas para o que chama de “Revolução Material”: uma vez que a força das empresas que destroem é maior do que qualquer iniciativa de reparação ambiental, é preciso uma reeducação na qual se ensina nas empresas, nas escolas e em outros âmbitos que “materiais tóxicos não tem espaço no novo mundo”. Dessa forma, é preciso provar aos empresários que, nas palavras de Gutsch, “proteger os oceanos é o melhor negócio”.

Ele identifica os três problemas maiores que causam danos ao oceano: mudanças climáticas, pesca excessiva e poluição plástica. Esse último, que, segundo o palestrante, está em todos os lugares, inclusive na água da chuva por exemplo, se deve a um erro de design nos produtos, no qual não é previsto o impacto que eles causam, e que precisa ser corrigido, sendo esse o primeiro passo para a preservação dos recursos naturais do planeta. “Não se pode pedir para os CEOs de empresas simplesmente cessarem de poluir, é preciso oferecer algo em troca, é preciso uma estratégia”, destaca.

A estratégia apresentada por Gutsch inclui três passos: evitar o plástico, que se dá por meio da educação e da sensibilização; interceptar o desperdício e fazer o “re-design” do material, como foi feito, por exemplo, na primeira linha de produtos de alta performance feitos de plástico dos oceanos.

“Adidas com um propósito”

Um dos maiores sucessos da Parley for the Oceans foi a parceria com a Adidas, uma linha de tênis esportivos feitos de plástico reutilizado, que vendeu mais de 1 milhão de pares e se tornou o maior símbolo de luta da entidade.

De acordo com Gutsch, o êxito da campanha prova primeiramente que uma economia circular é possível, e que, nos tempos atuais, um produto se torna mais interessante quando tem uma história para contar: “eu posso ter um Adidas, mas eu posso ter um Adidas com um propósito”, projeta, afirmando que “propósito é o novo luxo”, e não mais o valor material do produto.

“Precisamos de um novo sonho”

Gutsch defende o novo ideal estabelecido pela sociedade no século XXI deve ser fazer as pazes com a natureza. Esse processo se inicia com a tomada de responsabilidade em relação à questão ambiental. Em seguida, é fundamental assumir a questão ambiental como uma questão de sobrevivência e manutenção de espécies. Gutsch propõe a substituição do termo “ambientalista” por “futurista”. O próximo passo é a criação de uma plataforma de colaboração global.

ICC e Parley for the Oceans

Na plenária do #11WCC, Gutsch atribui a entidades de representação empresarial a responsabilidade de empoderar empresas em relação à questão ambiental, dar bons exemplos e oferecer acesso a soluções.

A Parley for the Oceans firmou uma parceria com a International Chambers of Commerce (ICC) para fomentar a conscientização de empreendedores para a importância da redução deo desperdício dentro de empresas. Além disso, o projeto conjunto inclui uma iniciativa de não uso de recipientes plásticos na próxima edição do World Chambers Congress, que ocorrerá em Dubai, em 2021.

O compromisso com os participantes do congresso já tem resultados no Brasil: neste sábado, dia 15, a partir das 9h da manhã, haverá um mutirão de limpeza na praia da Barra.

Congresso

O #11WCC reúne cerca de 1000 participantes de 100 países, no Windsor Convention & Expor Center, no Rio de Janeiro, entre 12 e 14 de junho. Saiba mais em www.worldchamberscongress.org e confira a cobertura fotográfica em https://www.flickr.com/photos/_cacb/

 

Por Joana de Albuquerque da Assessoria de Comunicação do #11WCC

Outras Notícias

Ver todas

Conhecimento e informação nos conecta

Compartilhamos conteúdo do seu interesse

  •  

Serviços

Ver todos

Soluções dedicadas ao empresário brasileiro

Conheça nossos serviços para a sua empresa.

Eventos

Ver todos

Agenda dos Eventos Empresarias

Participe dos eventos organizados por entidades que apoiam os empresários do Brasil.

Busca

Fechar

Categorias de Serviços

Fechar

Entidades

Fechar
Logomarca Hotpixel