Notícias Empreender
Empreender

Notícias

Evento promovido pelo Al-Invest e IPAM levantou debate sobre sustentabilidade e rastreabilidade na agropecuária

O encontro encerra uma série de diálogos sobre desafios e oportunidades para implementar práticas mais sustentáveis no setor

21 de setembro de 2022 às 10:00

O programa AL-Ivest Verde e o Ipam (Instituto de Investigação Ambiental da Amazônia) realizaram conferência híbrida com temática intitulada “Diálogos sobre a sustentabilidade e a rastreabilidade das cadeias de valor da carne de bovino e do couro”.

O evento, que aconteceu presencialmente em Brasília no dia 15 de setembro de 2022, encerrou uma série de debates com o intuito de contribuir para a identificação e a promoção de práticas coletivas e parcerias entre as principais partes interessadas, devido à grande importância desses setores para as alterações climáticas e políticas ambientais.

Os painéis foram compostos por peritos e autoridades da iniciativa pública e privada para contribuições e discussões relacionadas ao tema, com a oportunidade de apresentar ações, preocupações sobre a pauta e apontar medidas que estão em andamento para atingir os objetivos propostos.

O embaixador da União Europeia no Brasil, Ignacio Ybáñez, disse que o Brasil e a União Europeia estão frente a uma oportunidade para trabalhar em parceria na construção de instrumentos que fomentem cadeias de valor mais sustentáveis como estratégia da pecuária. Ainda, pontuou sobre os desafios enfrentados pelo setor ocasionados pela pandemia da Covid-19 e a Invasão da Ucrânia, e como esses fatores afetaram as cadeias de valor e fluxos comerciais mundiais, gerando enormes pressões sobre os mercados produtores e consumidores.

“Acredito que é um momento decisivo. Precisamos enviar mensagens claras e agir. Em primeiro lugar, precisamos salientar que essa agenda não se trata apenas de desenvolvimento sustentável e de valores, mas também é fundamental para a segurança alimentar, tornando as cadeias de abastecimento mundiais mais eficientes. Em segundo lugar, para compreender que o único caminho para enfrentar essas pressões é acelerar o processo de transição para uma economia global mais sustentável, nas dimensões econômicas, sociais e ambientais, e que, nesse contexto, precisamos agir de maneira rápida e efetiva”, relatou o embaixador.

Para Stefan Agne, chefe da Cooperação da Delegação da União Europeia no Brasil, o desenvolvimento sustentável em solo brasileiro será possível por meio do engajamento e união do setor público e privado. O representante ainda pontuou sua preocupação com as florestas tropicais do país, em virtude do desmatamento ilegal e da bio-sustentabilidade, e destacou a importância da rastreabilidade e transparência para combater essa prática. Ainda, afirmou compreender os desafios existentes na legislação brasileira, também para atender as demandas impostas pela Europa.

Discussões apresentadas nos painéis

O primeiro painel, mediado por André Guimarães, diretor Executivo do Ipam, apresentou as principais conclusões do estudo do instituto sobre a sustentabilidade e rastreabilidade das cadeias de valor da carne de bovino e do couro. O segundo, com moderação de Marina Piatto, diretora Executiva do Imaflora, discorreu sobre as perspectivas de qual deve ser o papel do setor público na promoção de sistemas de transparência e rastreabilidade para reduzir o risco de deflorestação.

Ao longo dos diálogos, os participantes concordaram com a importância da rastreabilidade para fins sanitários, mas também para a implementação da sustentabilidade socioambiental na cadeia de valor. Além disso, foi salientado que a rastreabilidade também permite gerar uma resposta rápida a eventos adversos, reforçando a gestão de riscos e a resiliência da cadeia.

Foi sublinhado, ainda, que sistemas de rastreabilidade fiáveis e eficientes têm a capacidade de melhorar a qualidade do produto, promovendo oportunidades comerciais.

Ademais, membros da sociedade civil apresentaram preocupações acerca do nível da cobrança dos acordos internacionais realizados entre Brasil e Europa, sobre a implementação de práticas mais sustentáveis na produção brasileira. Além disso, foi reforçado por todos a importância do engajamento e a conexão de forças para atender a essas demandas.

Sobre o Al-Invest

A nova edição do programa, o AL-Invest Verde, é uma aliança União Europeia-América Latina para o crescimento sustentável e o emprego. Financiado com 33 milhões de euros pela Comissão Europeia, seu objetivo global é promover o crescimento sustentável e a criação de empregos através do apoio à transição para uma economia de baixo carbono, eficiente em termos de recursos e mais circular na AL. Portanto, a iniciativa visa facilitar a utilização imperativa de modelos de produção mais eficientes em termos de recursos e de baixo carbono também através da inovação e da digitalização.

 

 

 

Outras Notícias

Ver todas

Conhecimento e informação nos conecta

Compartilhamos conteúdo do seu interesse

  •  

Serviços

Ver todos

Soluções dedicadas ao empresário brasileiro

Conheça nossos serviços para a sua empresa.

Eventos

Ver todos

Agenda dos Eventos Empresarias

Participe dos eventos organizados por entidades que apoiam os empresários do Brasil.

Busca

Fechar

Categorias de Serviços

Fechar

Entidades

Fechar
Logomarca Hotpixel