1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Login
Redes Sociais
Portal Empreender
Empreender
Home / Empreender /

AL-Invest 5.0 aumenta a competitividade de mil empresas brasileiras em 2018

Ao total, foram investidos R$ 2.601.380,68 em atividades de fortalecimento empresarial e promoção do associativismo em todo o Brasil

16 de janeiro de 2019 - 12:15

Entre 2016 e 2019, a Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB) executa o programa AL-Invest 5.0 no Brasil. Trata-se de uma das iniciativas de cooperação econômica mais bem-sucedidas da União Europeia na América Latina, cujo objetivo é apoiar o desenvolvimento empresarial na região, reduzindo a pobreza por meio do aprimoramento da produtividade das micro e pequenas empresas (MPEs).

Em 2018, a CACB repassou recursos da União Europeia para 11 Federações e Associações Comerciais nos estados de Alagoas, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, além do Distrito Federal.

Ao total, foram investidos R$ 2.601.380,68 em atividades de fortalecimento empresarial e promoção do associativismo em todo o Brasil, como capacitações, networkings, internacionalização de negócios e visitas técnicas. O trabalho envolveu 234 ações e beneficiou cerca de mil empresas.

Além dos recursos repassados pela CACB, entidades latino-americanas podem ser contempladas pelo AL-Invest 5.0 pela convocatória de Apoio Financeiro a Terceiros (AFT), que prevê a transferência direta de recursos para organizações sem fins lucrativos que apresentem projetos para impulsionar a produtividade e consolidar a vinculação empresarial das MPEs. A convocatória mais recente foi lançada em agosto de 2018. Nela, uma organização brasileira foi selecionada.  Os dados oficiais serão divulgados pela CAINCO após a assinatura dos contratos com todos os projetos AFTs a serem beneficiados.

Na convocatória do ano anterior, as entidades brasileiras contempladas nessa modalidade foram a Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal), a Confederação Nacional da Indústria (CNI), a Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresa do Pará (Sebrae/PA). A CACB, como entidade executora do AL-Invest 5.0 no Brasil, acompanha e monitora os projetos AFT.

 

Cainco no Brasil

Em 22 de maio, a CACB recebeu, em Brasília, a entidade líder do consórcio do AL-Invest 5.0 na América Latina, a Câmara de Indústria, Comércio, Serviços e Turismo de Santa Cruz de La Sierra (Cainco), e as entidades executoras de projetos AFT no Brasil, Assintecal, CNI, Facisc e Sebrae-Pará.

Além das equipes técnica e financeira do programa AL-Invest na CACB, o evento contou com a presença do  Ministro-Conselheiro Thierry Dudermel, Chefe do Setor de Cooperação da Delegação da União Europeia no Brasil, e da Chefe de Gestão de Projetos da Cainco, Daniela Parada, que afirmou: “Estamos muito satisfeitos com os resultados e os avanços do trabalho realizado pela CACB e parceiros no Brasil. Podemos perceber as mudanças com informações dos próprios beneficiados – empresários que trabalhavam sozinhos e hoje conseguem empregar pessoas, o que nos mostra que o trabalho realizado, com o apoio da União Europeia, realmente movimenta a economia. Esse apoio chega em forma de capacitação, de assistência, de melhorias nos produtos e  nos processos produtivos, e  essa evolução está cada vez mais evidente”.

O objetivo foi a apresentação de resultados obtidos no Brasil por meio do AL-Invest 5.0, além da definição de novas metas e expectativas.  Também foi uma oportunidade para as entidades AFT trazerem casos de sucesso e falarem sobre as novas oportunidades que foram proporcionadas pelo AL-Invest.

Na ocasião, o coordenador executivo da CACB, Carlos Rezende, definiu o projeto como uma forma de garantir ao empresário o investimento em ações que realmente são do interesse e da necessidade dele: “Uma das vantagens é que as atividades que serão apoiadas são completamente escolhidas pelos empresários, a gente simplesmente avalia a possibilidade de investimento. E além de viabilizar a execução dessas ações,  uma empresa com potencial para exportar, por exemplo, estando dentro do AL-Invest, acaba entrando em contato com empresários de toda a América Latina e com representantes da União Europeia, como a Câmara de Paris e o BID. Com isso, abrem-se portas para trocas de experiências e, eventualmente, o empresário passa a ter acesso a projetos internacionais em cooperação com essas entidades”.

Representantes das entidades executoras do AL-Invest 5.0 reunidos em Brasília

A passagem da Cainco pelo Brasil também incluiu visitas às sedes das entidades AFT, a Brasília – DF (CNI), a Novo Hamburgo – Rio Grande do Sul (Assintecal), a Florianópolis – Santa Catarina (Facisc) e a Belém – Pará (Sebrae – PA). Carlos Rezende acompanhou a líder boliviana na agenda de monitoramento.

Cainco e CACB visitam as sedes dos projetos AFT

 

AL-Invest 5.0 no WCC

Em agosto, o Brasil recebeu mais uma vez um representante da líder do consórcio. O Gerente de Desenvolvimento Institucional da Cainco, Julio Silva, esteve em Brasília para acompanhar um evento da CNI voltado para o projeto do AL-Invest, Rota Global.

Silva visitou a sede da CACB e dialogou com o presidente da entidade, George Pinheiro, a superintendente, Juliana Kämpf, e o coordenador executivo, Carlos Rezende. Foi discutida a possibilidade de um painel liderado pelo AL-Invest 5.0 no Congresso Mundial de Câmaras (World Chambers Congress- WCC), evento mundial que será sediado pela CACB no Rio de Janeiro, em 2019.

Silva afirmou que a Cainco estuda qual seria a melhor forma de transmitir as experiências dos projetos do AL-Invest a outras instituições empresariais, seja com ferramentas específicas ou com ações e acordos público-privados, como já ocorreu em outros países: “O WCC é uma oportunidade muito importante para o programa AL-Invest mostrar seus resultados e para que as entidades façam contato entre si, pensando que os desafios atuais não podem ser resolvidos individualmente, mas sim com o compartilhamento de experiências e trabalho em equipe. Pensamos que é importante unir esforços para gerar sinergia e criar novas ferramentas, novas mensagens e novas alianças”, conclui.

A CACB propôs também que a Cainco incentive as entidades executoras do AL-Invest 5.0 de toda a América Latina a inscreverem seus projetos na Competição Mundial das Câmaras de Comércio, cuja cerimônia de premiação ocorre durante o WCC.

As categorias dos projetos são: Melhor Projeto de Educação e Treinamento, Melhor Projeto de Desenvolvimento de Pequenas e Médias Empresas e Empreendedorismo; Melhor Projeto de Recrutamento de Novos Sócios;  e Melhor Projeto Não Convencional.

Em 2017, na edição passada do evento, realizada em Sydney (Austrália), o projeto do Conselho Nacional da Mulher Empresária da CACB (CNME), apoiado pelo AL-Invest 5.0, foi campeão na categoria Melhor Projeto Corporativo de Responsabilidade Social.

Gerente de Desenvolvimento Institucional da Cainco, Julio Silva, na CACB

Gerente de Desenvolvimento Institucional da Cainco, Julio Silva, no evento da CNI. Foto: José Paulo Lacerda

 

Resultados na ponta

Os resultados trazidos pelo AL-Invest 5.0 se tornam cada vez mais visíveis para os empresários das micro e pequenas empresas beneficiadas. Setores como o moveleiro obtiveram um avanço significativo no município de Caxias do Sul, como afirma o coordenador do núcleo EMOB, criado pela Associação das Empresas de Pequeno Porte do RS (Microempa), Nerio Marsílio: “Hoje, as 18 empresas integrantes do núcleo geram emprego e renda para 225 pessoas, beneficiando mais de 1.550 famílias. O empreendedorismo é a marca em nosso grupo”.

Com recursos do AL-Invest 5.0, o grupo EMOB promoveu, em julho deste ano, a 5ª Mostra do Mobiliário. O evento, que buscou trazer o que há de mais moderno e inovador no desenvolvimento de ambientes, proporcionou a exposição de móveis sob medida produzidos por MPEs de Caxias do Sul.

Na 5ª Mostra do Mobiliário foram montadas ambientações que simulavam cômodos reais

O impacto do AL-Invest 5.0 pode ser visto também dentro das entidades empresariais. A Associação Comercial e Industrial de Uberlândia (Aciub), com recursos da União Europeia, participou de uma missão empresarial ao estado da Baviera, na Alemanha, para visitar fontes de energia renovável e participar da Feira Intersolar, considerada líder em tecnologia fotovoltaica.

O contato com as novidades e tendências do campo de energia renovável levou a Aciub a implementar práticas voltadas à gestão ambiental, como a implantação de painéis de energia solar, a gestão de resíduos por meio da reciclagem de papel e a diminuição do uso de embalagens plásticas.

Missão promove visita a vila modelo de energias renováveis em Wildpoldsried, cidade da Baviera (Alemanha)

Outro exemplo de sucesso foi o 1º Encontro Empresarial de Integração Sul-Americana, que, com recursos da cooperação europeia, reuniu em Campo Grande (MS), entidades empresariais e empresários brasileiros, argentinos e paraguaios para discutir perspectivas, problemas e soluções do comércio internacional. Foi gerado um total de €1.656.100,00 de intenções de negócios entre as MPEs latinoamericanas. Além disso, o evento contemplou a assinatura de um termo de cooperação entre a Associação Comercial e Empresarial de Campo Grande (ACICG) e o Porto de Barranqueras, na Argentina, para fortalecer os processos de desenvolvimento e integração internacional entre o município de Campo Grande e a Província do Chaco, no país vizinho.

ACICG promove o 1º Encontro Empresarial de Integração Sul-Americana

 

Sinergia com o Empreender Competitivo

Em 2018, a CACB se empenhou em promover uma sinergia entre seus dois maiores projetos de apoio a micro e pequenas empresas: o AL-Invest 5.0 e o Empreender Competitivo. Exemplos dessa parceria foram o Programa de Desenvolvimento de Mulheres Líderes, promovido pelo Conselho Nacional da Mulher Empresária (CNME), e o projeto Cozinha Lean 4.0, promovido pelo Núcleo de Bares e Restaurantes da Associação Comercial e Empresarial de Camaçari (ACEC).

O Programa de Desenvolvimento de Mulheres Líderes foi sediado na Associação Comercial de Cachoeirinha (ACC), no Rio Grande do Sul. Temas como os impactos da liderança feminina na sociedade e a igualdade de gênero no meio profissional foram abordados, assim como questões de posicionamento e comunicação dentro das organizações e em outros ambientes. O evento usou a hashtag #SouProtagonista, como um meio de enaltecer o protagonismo de diversas mulheres no cenário econômico atual.

O projeto Cozinha Lean 4.0, que ocorreu em Camaçari (BA), teve como objetivo buscar a redução de qualquer tipo de desperdício, além de capacitar os empreendedores com o pensamento lean. O projeto visa a tornar os bares e restaurantes nucleados mais competitivos frente ao mercado, promovendo uma visão sistêmica das perdas e desperdícios do seu processo produtivo.

Segundo o empresário Thaybe Pinheiro, o que há de mais positivo na cultura lean é o pensamento prático e enxuto: “Hoje em dia minha mente trabalha da seguinte forma: isso agrega alguma coisa pra minha empresa? Caso agregue, é investimento, caso contrário, estamos gastando dinheiro sem necessidade”, afirmou o executivo, que é diretor da empresa Bibi Gourmet.

O coordenador executivo da CACB, Carlos Rezende, avalia que, no Empreender Competitivo, existe a vantagem de as atividades de apoio estarem previamente acordadas com os empresários. Dessa forma, todos os esforços ficam direcionados à execução do projeto: “Podemos nos empenhar em usar as atividades do Empreender Competitivo pra alavancar as ações do AL-Invest, identificando pontos de convergência para promover a sinergia entre os dois programas”.

 

Eventos nacionais e internacionais

Com apoio do AL-Invest 5.0 e da CACB, o Observatório Social do Brasil (OSB) realizou, entre 20 e 23 de agosto, o 2º Congresso Pacto pelo Brasilna cidade de Curitiba (PR), com o tema “Governança, Integridade e Tecnologia”.

O evento trouxe reflexões importantes sobre o papel das instituições empresariais como agentes de mudança no cenário político brasileiro e contou com painéis para abordar a qualidade na aplicação dos recursos públicos, a transparência e o controle social, propondo metas e estratégias que possam gerar uma agenda positiva facilitadora ao crescimento da cultura de eficiência da gestão pública e enfrentamento à corrupção.

A ONG Transparência Internacional e a Fundação Getúlio Vargas apresentaram 70 novas medidas contra a corrupção. O pacote foi criado por 200 especialistas, em parceria com a sociedade, que colaborou via internet. Entre as ideias, estão projetos para prevenir novos casos de corrupção e, também, melhorar a fiscalização e identificar a ocorrência de crimes. As novas medidas trazem, ainda, propostas de mudanças nas leis que punem a corrupção, como por exemplo, o aumento no tempo para prescrição de crimes ligados à administração pública e a restrição do foro privilegiado.

Quanto aos eventos internacionais, a Cainco conduz encontros voltados para o AL-Invest, que reúnem líderes de entidades empresariais, empresários beneficiários e especialistas da área de empreendedorismo. O intuito é promover o debate sobre tendências, inovação e mecanismos de incentivo a melhorias dentro das MPEs da América Latina.

Em abril, a líder do consórcio promoveu o evento Academy, em San José (Costa Rica), reunindo uma série de cursos sobre empreendedorismo e inovação para gestores das entidades empresariais participantes do AL-Invest 5.0.

Representando a CACB, esteve presente o coordenador executivo, Carlos Rezende: “Além de discutirmos a realidade das micro e pequenas empresas nos países participantes, esta experiência proporciona a análise de tendências do mercado latinoamericano e, para nós, aponta na direção de como o Brasil se encaixa e pode se desenvolver a partir dos cases apresentados. O Academy acaba sendo um momento de troca e conexão, o que permite também fortalecer ainda mais a nossa rede”, destacou.

Gestores de ACEs reunidos em San José (Costa Rica) para o Academy

Em junho, Rezende, acompanhado do presidente da CACB, George Pinheiro, participou do Encontro Anual do AL-Invest e do Fórum Empresarial América Latina e Caribe, onde 120 representantes das entidades executoras do AL-Invest 5.0 e 20 outros programas de apoio ao setor privado financiados pela União Europeia compartilharam experiências de trabalho conjunto entre a União Europeia e a ALC (América Latina y el Caribe). Ambos os eventos foram sediados na cidade da Antigua, na Guatemala.

O Encontro Anual do AL-Invest e o Fórum Empresarial América Latina e Caribe ocorreram em Antigua (Guatemala)

O AL-Invest promoveu, em julho, o 2º Encontro Internacional de Consultores de Núcleos Empresariais, em Quito (Equador). Do Brasil, participaram representantes do AL-Invest nos estados de Alagoas (Associação Comercial e Empresarial Miguelense – ACEM), Minas Gerais (Associação Comercial e Industrial de Uberlândia – Aciub) e Rio Grande do Sul (Associação da Empresas de Pequeno Porte do RS – Microempa).

A ocasião foi voltada para a qualificação de consultores, por meio da realização de workshops com foco no gerenciamento de grupo, análise de problemas, identificação de soluções, entre outros. Esta combinação de atividades buscou transformar o consultor de negócios em um agente de mudança e de inovação nas micro e pequenas empresas.

2º Encontro Internacional de Consultores de Núcleos Empresariais ocorreu em Quito (Equador)

 

Rede de oportunidades

Em 2018, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) criou a Rede AL-Invest, uma plataforma de interação online que conecta empresários, clientes, fornecedores e investidores de mais de 120 países.

A rede social de negócios visa a facilitar o acesso a informações e a troca de experiências. As ofertas de produtos financeiros e assistência técnica destinam-se a qualquer MPE que tenha interesse em expandir seus negócios. A CACB incentiva os empresários do sistema a aderirem à Rede AL-Invest.

 

Pela Assessoria de Comunicação dos programas Empreender e AL-Invest 5.0

 

Tags

Deixe seu comentário

Assessoria de Comunicação do Empreender/AL-Invest 5.0

  • Katiuscia Sotomayor
    katiuscia.sotomayor@cacb.org.br

    Joana de Albuquerque Pae
    joana.albuquerque@cacb.org.br

  • Bernardo Fonseca
    bernardo.fonseca@cacb.org.br
O Empreender é um programa da CACB, em parceria com o SEBRAE, que visa o fortalecimento da micro e pequena empresa ao reunir empresários de um mesmo município nos chamados núcleos setoriais. Neles, os empresários discutem seus problemas e buscam soluções conjuntas com apoio de um profissional vinculado à entidade empresarial.