1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Login
Redes Sociais
Portal Empreender
Empreender
Home / Empreender /

4º Café Mulheres Inspiradoras: A pandemia impulsionou mudanças

Evento da ACIST-SL, de São Leopoldo (RS), promoveu diversos painéis em formato digital para o público

28 de setembro de 2020 - 09:17

Se reinventar e estar pronta para enfrentar os novos desafios. Essa é a síntese do painel Lições Aprendidas em Tempos de Distanciamento Social, tema da quarta edição do Café Mulheres Inspiradoras promovido pelo Núcleo das Mulheres Empreendedoras da Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Tecnologia de São Leopoldo – ACIST-SL em parceria com o a Assemplife – Associação das Empresas e Profissionais Liberais do Bairro Feitoria. Realizado pela primeira em formato digital, a edição reuniu nesta quarta-feira (23) Hellen Carolina, fundadora da marca de moda feminina Hellen Carolina; Cláudia Sá, idealizadora e diretora da Feira Bem Vestida, e Michele Arigony, delegada responsável pela Delegacia da Mulher de São Leopoldo.

Durante o painel on-line, as três líderes e empreendedoras foram unânimes em afirmar que “não há mais como voltar no tempo” e que as relações vão seguir avançando para um novo patamar. Para Hellen, o reposicionamento e fortalecimento da marca no mundo digital, principalmente o investimento em e-commerce, podem ser traduzidos como uma virada certeira para os negócios, trazendo várias conquistas. Resultados que são comprovados com a abertura de postos de trabalho. “Já aumentamos nossa equipe de revendedoras e estamos contratando trabalhadores para atender à produção devido ao aumento da demanda on-line”, disse Hellen, acrescentando que “sem dúvida, a pandemia foi um empurrão para aprendermos mais”.

Aprendizado também citado por Cláudia Sá. Segundo ela, a incorporação de novas tecnologias possibilitou o aperfeiçoamento do sistema de vendas nos brechós, citando como exemplo o delay na hora da compra, o que causava transtornos com os clientes. “Fizemos uma parceria com uma startup, o que facilitou a identificação de todos os processos durante a feira, sanando esse problema”, informou Cláudia, ao comentar que já realizou cerca de 140 eventos on-line desde o início do distanciamento social. “Com a pandemia, houve um boom nas conexões. E essa transformação digital nos permite estar também nos brechós de Minas Gerais e São Paulo”. Para a diretora da Feira Bem Vestida, independente de crises, a lição que prevalece é a de que é necessário sempre ficar à frente do negócio, ou como ela mesmo diz “ser a vitrine da sua marca”. Seu case de sucesso gerou um convite para Claudia para ser palestrante no E-commerce Summit, evento que contou com Luiza Trajano, presidente do Conselho da Magazine Luiza. Atualmente, a Feira Bem Vestida é a maior feira de brechós on-line do Brasil.

Os impactos não vêm apenas no empreender, mas nas novas formas de trabalho. Exemplos consolidados na Delegacia da Mulher de São Leopoldo. “A Polícia Civil se reinventou. Como os registros diminuíram, ficamos preocupados com as subnotificações. Desta forma, abrimos outros canais para possibilitar o registro das ocorrências, que, além do telefone 180, podem ser feitas on-line e por whatsapp”, comentou a delegada Michele Arigony. Adaptação das equipes, revezamentos, equipamentos de proteção e busca ativa por vítimas são algumas das ações adotadas. “O trabalho da prevenção tem que ser maior do que o da repressão. Agressão não é só física, mas psicológica, moral. E muitas mulheres são vítimas e não sabem disso. Por isso, elas precisam ser fortalecidas, ter conhecimento dos seus direitos e ser acolhidas para se empoderarem”.
Das inúmeras lições e aprendizados novos, a área pessoal também é atingida. Pelo relato das três palestrantes, a correria do trabalho passou a ceder um tempo para um olhar internalizado, direcionado para um redescobrimento do “eu”.

A coordenadora do Núcleo de Mulheres Empreendedoras da ACIST-SL, Valeska Astolfi, comemorou o sucesso do evento. “Embora tivemos alguns problemas técnicos, o que é admissível por se tratar de uma primeira experiência on-line, tivemos uma ótima adesão de público, sem falar do ótimo bate-papo com as palestrantes, que compartilharam suas histórias. Essa união em torno de um interesse comum é a verdadeira representação do associativismo!”, comentou Valeska.

O Café Mulheres Inspiradoras, realizado em parceria com a Associação de Empresas e Profissionais Liberais do Bairro Feitoria – Assemplife, foi criado com o objetivo de inspirar mulheres através do compartilhamento de histórias de lideranças femininas. O evento contou com o patrocínio de Oral Unic e Sicoob, com apoio do Intercity Hotels e da Vale TV, onde as painelistas se reuniram. “Quero agradecer também ao grupo de trabalho do Núcleo, coordenado pela Tatiane Martins, e formado pela Elizabeth Renz, Patrícia Rosa e Suelen Camila, todas integrantes do Núcleo, bem como a todas as empresárias do Núcleo pelo empenho na realização deste evento”.

A coordenadora do grupo de organização, Tatiane Martins, reforça o agradecimento a todas que se inscreveram no evento, que teve 100% de adesão. “Foi muito emocionante o reconhecimento das pessoas quanto à proposta do evento, que foi organizado com muito carinho”.

Fonte: ACIST-SL

Tags

Deixe seu comentário

Assessoria de Comunicação do Empreender/AL-Invest 5.0

  • Katiuscia Sotomayor
    katiuscia.sotomayor@cacb.org.br

    Joana de Albuquerque Pae
    joana.albuquerque@cacb.org.br

  • Bernardo Fonseca
    bernardo.fonseca@cacb.org.br
O Empreender é um programa da CACB, em parceria com o SEBRAE, que visa o fortalecimento da micro e pequena empresa ao reunir empresários de um mesmo município nos chamados núcleos setoriais. Neles, os empresários discutem seus problemas e buscam soluções conjuntas com apoio de um profissional vinculado à entidade empresarial.