1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / CONSELHO DELIBERATIVO

De acordo com presidente do ITI, governo Bolsonaro vai digitalizar o Brasil

Assunto foi tratado na 1ª Reunião do Conselho Deliberativo da CACB, realizada na Associação Comercial do Pará esta tarde. Temas como Cadastro Positivo e reforma da Previdência também estiveram na pauta

11 de abril de 2019 - 18:17

Durante a 1ª Reunião do Conselho Deliberativo da CACB, realizada na Associação Comercial do Pará nesta quinta-feira (11), o diretor-presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), Marcelo Buz, destacou a relevância do serviço prestado pela CACB e disse que fatalmente o legado que governo Bolsonaro deixará ao país é o de digitalizar o Brasil. “O governo já deixou claro isso”, declarou.

Buz esteve na reunião para apresentar a infraestrutura da certificação digital no Brasil e disse que ela precisa se modernizar, para acompanhar os avanços tecnológicos e alcançar mais pessoas. “Com o certificado, a gente elimina o papel e faz tudo pelo celular. O resultado disso é a redução de fraudes, burocracia, custos e da ineficiência do Estado”, disse.

O meio termo entre o Estado e a iniciativa privada, segundo Buz, é o ponto onde o Brasil precisa chegar. “A Infraestrutura de Chaves Públicas (ICP-Brasil) é o modelo de uma nação que gostaríamos de ter: o Estado cumprindo seu papel de credenciar, fiscalizar e auditar, e o empresário trabalhando, gerando emprego e lucrando”, opinou.

Cadastro Positivo.

O presidente da CACB, George Pinheiro, comentou a sanção da lei do Cadastro Positivo, realizada na última segunda-feira (08). Uma importante medida do governo Bolsonaro para a concessão de crédito à população, segundo ele.

O presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo, Alfredo Cotait, disse ter acompanhado o projeto quando ainda era senador, em 2011, resgatando o tema dentro do Congresso e ajudando a aprová-lo. No entanto, a medida não teria vingado “porque o cidadão precisava pedir para entrar no cadastro e o desconhecimento da população prejudicou a implantação, a ponto de termos apenas dez milhões de brasileiros que aderiram”, informou. Após a sanção desta semana, a estimativa é de que 130 milhões de consumidores entrem para o cadastro, que trará uma informação completa sobre o histórico financeiro do consumidor.

Previdência

O coordenador executivo da CACB, Carlos Rezende, resumiu o andamento dos projetos Empreender e Al-Invest e apresentou o trabalho que vem sendo realizado pela União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços (Unecs), citando os principais pleitos da entidade, entre eles, a reforma da Previdência.

O objetivo da CACB e da Uneces, segundo George Pinheiro, que hoje preside as duas entidades, é aprovar a Nova Previdência, “porque ela é essencial para o bom andamento do país. É muito importante que todos nós, presidentes, falemos com os parlamentares representantes dos nossos estados sobre a importância dessa aprovação. Se não fizermos isso, estaremos deixando de exigir o direito do nosso voto”.

O trabalho da Unecs é feito diretamente com a Frente Parlamentar do Comércio e Serviços (FCS), que há cinco anos luta pelos direitos do empresariado no Congresso Nacional, tendo ajudado a aprovar importantes projetos para o país, como a reforma trabalhista, por exemplo.

Conselhos

A presidente do Conselho Nacional da Mulher Empresária (CNME), Tânia Rezende, falou sobre o andamento dos projetos do grupo e da realização de uma missão internacional e de um encontro de mulheres empresárias de todo o país, que provavelmente será realizado em outubro, dentro do congresso da Federaminas. Tânia também citou a importância da criação de conselhos estaduais e instigou os presidentes a identificarem potenciais empresárias para representar as mulheres em cada entidade.

Já Thiago Pinho, que representou a Confederação Nacional de Jovens Empresários (Conaje) na reunião, falou sobre o Feirão do Imposto, ação nacional realizada pela Conaje anualmente. “Em maio vamos alertar a população sobre a alta carga tributária do país e sobre como esses recursos voltam para a população”, disse.

ACP 200 anos

A reunião do Conselho Deliberativo da CACB aconteceu na cidade de Belém em função das comemorações de 200 anos da Associação Comercial do Pará (ACP), a segunda mais antiga do país. Durante a reunião, o presidente da ACP, Clóvis Carneiro, agradeceu a presença do grupo e disse que a “casa está sempre aberta a todos”.

O presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Pará (Faciapa), Fábio Lúcio Costa, falou da imensa alegria de participar deste momento e convidou a todos para a cerimônia que será realizada logo mais, às 19h, no Theatro da Paz, em Belém.

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Neusa Galli Fróes
    Froés berlato associadas

    Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • neusa@froesberlato.com.br
    Telefones:
    (51) 3388 6847 / (51) 9123 6847

    E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311