1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / PARANÁ

Cônsul do Líbano faz visita à ACP e quer ampliar comércio com o Brasil

Objetivo da reunião foi estreitar os laços e dar início a um processo para ampliar o comércio bilateral entre Brasil, mais especificamente o Paraná, e o Líbano

29 de janeiro de 2019 - 09:56

O Conselho de Comércio Exterior (Concex), da Associação Comercial do Paraná (ACP), se reuniu no dia 25/01 para recepcionar o Cônsul-Geral do Líbano em São Paulo, Rudy El Azzi, que visitou Curitiba oficialmente pela primeira vez desde que assumiu o cargo em abril do ano passado. A reunião foi comandada pelo presidente do Concex, Eduardo Guimarães, e contou com a participação do presidente da ACP, Gláucio Geara. O objetivo da reunião foi estreitar os laços de amizade com o cônsul e dar início a um processo para ampliar o comércio bilateral entre Brasil, mais especificamente o Paraná, e o Líbano.

Além do presidente da ACP, estiveram presentes também outras autoridades, em sua maioria com descendência sírio-libanesa, como o superintendente de governança da Casa Civil do governo do Paraná, Felipe Mansur; o procurador do município de Curitiba e ex-vereador Paulo Salamuni; os empresários Roberto Karan, Faruk El-Khatib, Tufy Geara e o ex-presidente da ACP, Ardisson Akel, além do ex-deputado e ex-vereador Amadeu Geara.

A reunião começou com a saudação do presidente Gláucio Geara ao cônsul. Geara fez um resumo da história da ACP ao visitante, falou sobre suas origens de família libanesa e a importância da comunidade daquele país para o comércio de Curitiba e de várias cidades brasileiras. “Hoje há oito milhões de libaneses ou descendentes no Brasil, quase o dobro da população do Líbano”, lembrou Geara. O presidente da ACP disse que esta foi a primeira reunião entre representantes da instituição e o representante do Líbano, pois se pretende estreitar ainda mais as relações entre as duas partes. “Volte mais vezes, a porta sempre estará aberta”, destacou o presidente Geara.

O presidente do Concex, Eduardo Guimarães, também destacou a importância da visita do cônsul a Curitiba e à ACP, salientando a proposta para criação de uma Câmara de Comércio Brasil-Líbano, que impulsionaria as relações comerciais entre os dois países.

Alimentos e bebidas são os produtos que chegam ao Brasil

Em seguida foi a vez do Cônsul do Líbano, Rudy El Azzi, falar aos presentes. Ele discorreu sobre a origem do país e de suas pequenas dimensões, uma vez que tem a metade da área do estado de Sergipe, o menor estado brasileiro. El Azzi destacou que seu país consome mais do que produz, importando anualmente cerca de sete vezes mais do que exporta. Mas como o Líbano tem um grande número de emigrantes, os investimentos deles no país é um fator importante para a economia libanesa. O cônsul fez algumas observações sobre o comércio entre Brasil e Líbano. Ele lembrou que seu país exporta ao Brasil basicamente alimentos e bebidas e que é necessário que se criem novas necessidades para que este comércio seja ampliado. El Azzi considera que o Brasil é muito fechado para o comércio exterior, dificultando que haja mais vendas bilaterais, mas destacou que as intenções do novo governo brasileiro são para mudar este panorama.

O cônsul convidou todos os presentes a participarem de um evento em abril, em São Paulo, onde será feita uma grande exposição de produtos libaneses para mostrar aos empresários brasileiros o que se produz no país oriental. El Azzi diz que as taxas de importação do Brasil impedem que mais produtos do Líbano cheguem aqui. Ele destacou os vinhos libaneses, premiados em várias partes do mundo, que no Brasil chegam a preços proibitivos ao consumidor comum. O cônsul citou que o Líbano tem poucos recursos naturais, mas que foram descobertas grandes reservas de gás no norte e no sul do país, cuja extração deve começar no segundo semestre deste ano. “Com a capacidade do Brasil nesta área, o país poderia participar das licitações para exploração do produto. Já seria uma forma de ampliarmos nossas relações comerciais”, disse ele. Finalmente El Azzi disse que é um incentivador do chamado turismo de diáspora, que consiste em fazer com que libaneses que vivem no exterior e seus descendentes visitem o Líbano e conheçam as origens de suas famílias.

Ao final da reunião, o cônsul do Líbano fez a entrega simbólica do documento de início do processo de dupla cidadania ao ex-deputado e ex-vereador Amadeu Geara. O cônsul do Líbano assinou seu nome no livro de visitas ilustres da Associação Comercial do Paraná, cuja última assinatura tinha sido do ex-presidente da República, Michel Temer.

Fonte: ACP

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311