Imprensa
Recursos

Centro-Oeste terá R$ 9,7 bi para financiamentos em 2017

Programação financeira e novas regras para o Fundo Constitucional foram anunciadas pelo ministro Helder Barbalho para os empreendedores

8 de dezembro de 2016 às 10:59

Iniciativas aprovadas pelo Condel – Conselho da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), órgão vinculado ao Ministério da Integração Nacional, vão beneficiar setores produtivos da região. Em reunião presidida pelo ministro Helder Barbalho, ficou definido que o Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) vai destinar mais de R$ 9,7 bilhões para investimentos empresariais em 2017. Além disso, o Fundo aumenta de 7% para 10% o repasse de recursos a cooperativas de crédito e passa a financiar operações de capital de giro destinado a gastos gerais das empresas.

 

“Os Fundos Constitucionais de Financiamento são instrumentos para que as regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste possam ter a ampliação da oferta de atividades econômicas que gerem emprego e renda. Nosso papel é garantir que os recursos, já assegurados, possam chegar aos empreendedores. Além disso, buscamos construir um ambiente adequado para aqueles que querem investir o façam de maneira fácil, absolutamente acessível”, afirmou o ministro Helder Barbalho.Também participaram da reunião do Conselho Deliberativo da Sudeco os governadores Rodrigo Rollemberg (Distrito Federal), Marconi Perillo (Goiás) e Reinaldo Azambuja (Mato Grosso do Sul).

 

Veja um resumo do que foi aprovado:

 

Volume de recursos – A programação financeira do Fundo Constitucional para 2017 vai destinar à região o maior volume de recursos já disponível para investimentos: R$ 9,7 bilhões. Neste ano, o FCO movimentou R$ 3,1 bilhões até o mês de outubro. Mais de R$ 2,4 bilhões foram contratados por pequenos investidores, o equivalente a 78% dos recursos. Como as operações também beneficiam empresas de médio e maior porte, as novas regras aumentam de R$ 20 milhões para R$ 30 milhões o valor limite para financiamentos.

 

Cooperativas de crédito – Uma das principais mudanças celebradas pelo setor produtivo aumenta de 7% para 10% o repasse de recursos pelo Banco do Brasil, operador do crédito, a cooperativas. O objetivo é ampliar ainda mais o acesso a agricultores familiares, pequenos produtores rurais, empreendedores individuais, micro e pequenas empresas – público prioritário do FCO. A medida atende a uma antiga reivindicação das cooperativas que atuam na região, como Sicredi, GO Fomento, Bancoob e MT Fomento, dentre outras. Essas instituições poderão movimentar cerca de R$ 1 bilhão em investimentos do Fundo em 2017.

 

Capital de giro – A partir de agora, as empresas também poderão tomar recursos do FCO para capital de giro destinado a gastos gerais e administrativos como aluguel, folha de pagamento, quitação de tributos, despesas com água, energia e telefone. Até então esses investimentos limitavam-se à aquisição de insumos, matéria-prima e formação de estoque. Além disso, o benefício que favorecia somente empreendedores de pequeno porte, agora passa a contemplar médias e grandes empresas. As medidas representam condições estratégicas para garantir a sustentabilidade de empreendimentos.

 

Amplo debate

 

A definição de regras e prioridades para investimentos dos Fundos Regionais é construída de forma coletiva, ano a ano, envolvendo o Governo Federal, os estados de cada região, os bancos operadores do crédito e representantes do setor produtivo. O debate, no entanto, tem sido ampliado por meio de uma agenda estratégica definida pelo ministro Helder Barbalho junto às superintendências de desenvolvimento do Centro-Oeste, da Amazônia (Sudam) e do Nordeste (Sudene). Equipes do Ministério da Integração, representantes dos governos estaduais e de federações da indústria, agricultura, pecuária, comércio e serviços têm se reunido sistematicamente para discutir estratégias que possam aprimorar o desempenho dos Fundos nas três regiões.

 

Assessoria de Imprensa Ministério de Integração Nacional/CACB

Últimas Notícias

Presidente da Federaminas recebe homenagem no estado Presidente da Federaminas recebe homenagem no estado
Federaminas 17 de julho de 2024 às 16:40

Presidente da Federaminas recebe homenagem no estado

Faceb comemora 60 anos e nova diretoria toma posse Faceb comemora 60 anos e nova diretoria toma posse
Celebração 17 de julho de 2024 às 16:39

Faceb comemora 60 anos e nova diretoria toma posse

Ministro prorroga decisão que suspende reoneração da folha de pagamentos até setembro Ministro prorroga decisão que suspende reoneração da folha de pagamentos até setembro
Desoneração da Folha 17 de julho de 2024 às 16:07

Ministro prorroga decisão que suspende reoneração da folha de pagamentos até setembro

Estado do Goiás recebe primeira etapa do programa O Poder da Rede Estado do Goiás recebe primeira etapa do programa O Poder da Rede
Poder da Rede 16 de julho de 2024 às 15:21

Estado do Goiás recebe primeira etapa do programa O Poder da Rede

Brasil quer alcançar US$ 1 trilhão no comércio exterior Brasil quer alcançar US$ 1 trilhão no comércio exterior
Entrevista 16 de julho de 2024 às 12:32

Brasil quer alcançar US$ 1 trilhão no comércio exterior

Lira anuncia que a regulamentação do segundo projeto da reforma tributária será votada em agosto Lira anuncia que a regulamentação do segundo projeto da reforma tributária será votada em agosto
Economia 16 de julho de 2024 às 12:26

Lira anuncia que a regulamentação do segundo projeto da reforma tributária será votada em agosto

Serviços

Ver todos

Soluções dedicadas ao empresário brasileiro

Conheça nossos serviços para a sua empresa.

Conhecimento e informação nos conecta

Compartilhamos conteúdo do seu interesse

  •  

Eventos

Ver todos

Agenda dos Eventos Empresarias

Participe dos eventos organizados por entidades que apoiam os empresários do Brasil.

Busca

Fechar

Categorias de Serviços

Fechar

Categorias de Vídeos

Fechar

Entidades

Fechar
Logomarca Hotpixel