1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / HOMENAGEM

Assembleia Legislativa comemora os 200 anos de fundação da Associação Comercial do Pará

O deputado Fábio Freitas foi agraciado com a Medalha do Bicentenário da ACP, em reconhecimento pelos relevantes serviços prestados à sociedade paraense

24 de junho de 2019 - 11:25

Uma Sessão Solene histórica e festiva. Assim foi a cerimônia de homenagem alusiva aos 200 anos de fundação da Associação Comercial do Pará (ACP), requerida por solicitação do deputado Fábio Freitas, na última semana, na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa).

A ACP é a segunda mais antiga do Brasil e integra a Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), sendo sócia fundadora da entidade, que é uma organização multissetorial, composta por 27 federações, representantes de cada um dos estados e que agregam 2.300 associações comerciais e empresariais com mais de dois milhões de empresários em todo o país. É uma das primeiras entidades a reunir jovens empresários (Conjove) e mulheres empresárias (CME).

O deputado Fábio Freitas destacou a importância da homenagem à Associação Comercial do Pará por sua trajetória no desenvolvimento do Estado. “Eu vejo na Associação Comercial do Pará, a espinha dorsal do Estado, porque em muitos momentos da história do Pará, ela participou e continua participando, gerando oportunidades e empregos, sendo protagonista no desenvolvimento econômico”, afirmou.

Com o plenário lotado por empresários e representantes de entidades ligadas ao setor empresarial, o parlamentar anunciou que vai criar nos próximos dias a Comissão de Estudos de Modernização Tributária para tratar das questões que envolvem tributação no Pará.”Nós vamos criar, aqui na Alepa, a Comissão de Modernização Tributária para tratar com o setor que representa o empresariado, questões de tributação de impostos. O governo tem que incentivar e através dessa discussão, de forma coletiva, podemos encontrar caminhos para ajudar a todos em diversos seguimentos do comércio, seja no empreendedorismo ou na geração de emprego e renda”, reiterou.

Em 200 anos, a ACP presenciou e participou de fatos importantes que marcaram a história do país e do estado. Em 1988, a associação participou da elaboração da atual constituição, contribuindo para a construção da democracia, junto com a bancada do Pará.

Em 1961, a instituição participou, em parceria com o Governo do Estado, da criação do Banco do Estado do Pará, o Banpará, além de outras instituições financeiras como Banco da Amazônia, o antigo Banco da Borracha, contou com a colaboração da ACP junto ao Governo Federal.

O empresário e presidente da ACP, Clóvis Carneiro, destacou que historicamente a associação comercial, ajudou a resolver e a organizar as escalas de cargas de navios entre Brasil e Portugal. “É uma grande honra ser homenageada pelo Poder Legislativo, que é a Casa do Povo, e isso dá uma interação com a nossa vida e com a comunidade paraense, porque nesses 200 anos a associação ou foi protagonista dos fatos históricos, ou foi testemunha privilegiada de todos eles. A Associação, na sua fundação, foi encarregada de organizar todo o comércio exterior da colônia para a metrópole, para amenizar os fretes, as cargas e escalas de navio que daqui saiam para Portugal”, evidenciou.

A questão tributária no Para é um dos maiores entraves ao crescimento do setor. Para o presidente do Conselho do Jovem Empresário (Conjove), João Marcelo Santos, um dos desafios dos empresários ainda é o alto encargo tributário cobrado no Estado. “Nós temos problemas com a questão da burocracia que é muito lenta, e ainda com carga tributária, que faz emperrar o processo de desenvolvimento das atividades e do Pará”, observou.

Para a mulher que busca empreender, o desafio é maior para vencer as diferenças no mercado de trabalho. De acordo com Denise Araújo, presidente do Conselho da Mulher Empresária (CME), o desemprego entre mulheres supera o número entre os homens. “É um grande desafio para o empreendedorismo feminino estar no mercado de trabalho. Hoje, muito se fala em empoderamento do espaço da mulher nos negócios. Mas todas as vezes que os números mexem, eles mexem mais para as mulheres, porque nós vivemos uma crise de desemprego para mulheres, e o desemprego para a mulher é o dobro. Isso mostra que precisamos levantar cada vez mais a luta pelo empreendedorismo feminino”, pontuou.

O evento também atraiu autoridades políticas e contou com a presença do senador Zequinha Marinho. Em seu discurso, o parlamentar destacou a contribuição da ACP no Pará e o protagonismo do povo paraense na área comercial. “Duzentos anos de história não são 200 dias. Por isso, aproveito para homenagear todos que contribuíram e continuam contribuindo com desenvolvimento desse Estado. O Pará tem na veia o espírito comercial, e presenciamos isso em todas as regiões do Estado. É louvável a iniciativa do deputado em criar a comissão e o mandato está à disposição para fortalecer o debate”, disse.

O deputado federal Joaquim Passarinho destacou a importância da homenagem e pediu aos empresários que mantenham confiança no Pará. “Os empresários são como heróis, trabalhando pelo desenvolvimento do nosso estado, mesmo diante das dificuldades. Por isso, peço a cada um, não desistam do Pará”, reforçou.

Homenagens – Ao final, o deputado Fábio Freitas foi condecorado com a “Medalha do Bicentenário da Associação Comercial do Pará”, honraria concedida pelo presidente da instituição Clóvis Carneiro. O titular da ACP também foi homenageado com a “Medalha Mérito Cabanagem”, maior comenda do Poder Legislativo Estadual.

Outras 10 personalidades foram homenageados com a “Medalha Mérito Legislativo”, pelos relevantes serviços prestados à sociedade paraense; sete empresas também foram agraciadas com a “Medalha de Qualidade de Vida Ambiental”. As duas honrarias são originárias do Parlamento Paraense.

A composição da mesa oficial contou ainda com a presença do superintendente do Sebrae, Rubens Magno; o presidente do Fecomércio, Sebastião Campos; o deputado estadual Igor Normando; o Cônsul do Japão, Keiji Hamada, e os empresários Lutfala Bitar e Sérgio Bitar da Assembleia Geral da ACP.

Fonte: Assembleia Legislativa do Pará

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Neusa Galli Fróes
    Froés berlato associadas

    Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • neusa@froesberlato.com.br
    Telefones:
    (51) 3388 6847 / (51) 9123 6847

    E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311