1. Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil

  2. 27
Home / Notícias / ANO OLÍMPICO

ACRio e CACB dão início à Chama Empreendedora

Fortaleza é a primeira capital a receber a grande mobilização pela retomada do desenvolvimento a partir da cultura exportadora, do protagonismo das cidades e da integração do setor produtivo

08 de abril de 2016 - 17:54

Chama-Empreendedora-em-Fortaleza

Para a Rede das Redes das Associações Comerciais, a realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos no Rio de Janeiro e o revezamento da Tocha Olímpica por todo o território nacional representam a grande oportunidade de retomada do desenvolvimento do país em meio à crise político-econômica. Inspirada no revezamento do símbolo dos Jogos, que vai passar por 329 cidades, atraindo os olhares do planeta para a economia dessas regiões, a Associação comercial do Rio de Janeiro (ACRio) e a Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB) acionam a Chama Empreendedora.

O circuito da Chama Empreendedora começou no dia 8 de abril, em Fortaleza, no Ceará, e se encerra dia 4 de maio, na cidade do Rio de Janeiro, um dia depois do início do revezamento oficial da Tocha Olímpica pelo país (Veja o roteiro abaixo).
Cidades-Chama

Com conteúdo padronizado, o projeto vai percorrer 16 associações comerciais presentes em capitais brasileiras, divulgando o Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE) do Ministério da Indústria e Comércio Exterior (MDIC), o Projeto Sebrae no Pódio, do Sebrae Nacional, e o Programa Exporta Fácil dos Correios. A iniciativa contará com diagnóstico da realidade local, desafios, potencialidades e tendências globais, workshops e consultoria para capacitação e qualificação das empresas.

A iniciativa busca reacender a esperança e confiança no país, apostando no associativismo; na capilaridade das 2.300 associações comerciais; na valorização do papel do empresariado, principalmente, das micro e pequenas empresas, e na união de esforços entre as diversas esferas do setor produtivo, ajudando a identificar as oportunidades geradas pela realização do evento no país, principalmente, o seu legado. Nesta primeira edição, a Chama Empreendedora incentivará os municípios e as empresas a se tornarem exportadores.

Dê play no vídeo abaixo e veja o que diz Paulo Protasio, presidente da ACRio.

A Chama Empreendedora será a grande chance para que, em meio ao ano de dificuldades, as cidades brasileiras se beneficiem das oportunidades de negócios geradas pela visibilidade e interesse mundiais no evento. Em cada uma das cidades por onde a Tocha Olímpica passará há uma associação comercial. A integração da Rede das Redes das associações comerciais com as prefeituras e os setores produtivos e de conhecimento, além dos parceiros do projeto, pode representar a retomada do desenvolvimento que o país precisa.

Os eventos terão a seguinte formatação: abertura com a participação de autoridades, do presidente da Associação Comercial do município, de representantes da Conaje e da Associação dos Jovens Empresários (AJE) local, explorando os principais gargalos e potencialidades da região.

Após as boas vindas, será realizado um painel em formato de talk show, mediado por um interlocutor e com apresentação de um representante da Conaje e dos programas de exportação dos parceiros da Chama Empreendedora: Plano Nacional da Cultura Exportadora, do MDIC; Sebrae no Pódio, do Sebrae Nacional; e Exporta Fácil, dos Correios.

Os encontros contarão ainda com um caso de sucesso de um empresário da localidade, inspirado na potencialidade de exportação da região, e com consultoria e atendimento gratuito sobre como exportar, realizados pelo Sebrae, MDIC e Correios.

Exposição dos produtos nos mercados nacionais e internacionais

Com base no mapeamento e cadastros realizados durante o circuito da Chama serão selecionados, em conjunto com o MDIC, empresas e produtos para a composição de um catálogo físico, para exposição de produtos brasileiros em mercados nacionais e internacionais. A relação contará com resumo do perfil do estado (histórico e potencial de exportação) e lista de empresas por estado (com perfil da empresa e especificação do produto).

Os produtos selecionados serão expostos em área privilegiada no Museu do Amanhã, na região portuária da cidade do Rio de Janeiro, durante e após os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, atraindo a atenção de todos os turistas, jornalistas e empresários que visitarão o país por conta do grande evento esportivo.

Além do catálogo físico, a Chama Empreendedora irá selecionar empresas e produtos para a composição do catálogo virtual, que será disponibilizado em uma aba do projeto no portal Vitrine do Exportador (VE), do Governo Federal. Atualmente, 20 mil exportadores de bens e cerca de 9 mil exportadores de serviços participam da VE, cuja base de dados é atualizada mensalmente.

Gestão da Chama Empreendedora

A Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRio) e a CACB são responsáveis pela articulação dos parceiros nacionais, organização do projeto, promoção do programa e integração das atividades, mobilização das Associações Comerciais locais e facilitação dos eventos colocando a rede local como protagonista do processo.
Programas de Exportação

Exporta Fácil – Caracteriza-se por facilitar o envio de remessas postais ao exterior. Ou seja, em qualquer ponto do território nacional, é possível ter acesso ao mercado externo, ao confiar aos Correios a remessa das mercadorias. Foi criado pensando em dar suporte ao processo de internacionalização das empresas de pequeno e médio porte ou mesmo a exportadores esporádicos. Cerca de 90% das remessas se referem às pequenas e médias empresas.

Sebrae no Pódio – Convenio de cooperação técnica entre Sebrae e Comitê Organizador Rio 2016 para contratação das empresas fornecedoras de produtos e serviços para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos. O objetivo é auxiliar as micro e pequenas empresas a participarem das oportunidades de negócios que são geradas por ocasião de megaeventos esportivos.

PNCE – O Plano Nacional de Cultura Exportadora foi criado com o objetivo de aumentar e qualificar a base exportadora através do desenvolvimento e difusão da cultura exportadora nos estados, por meio da capacitação de gestores públicos, empresários e profissionais de comércio exterior. O plano é uma ação integradora, que se realiza por meio de uma trilha de internacionalização das empresas.

Mais informações através do endereço eletrônico chamaempreendedora@acrj.org.br

Tags

Deixe seu comentário

Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis

  • Neusa Galli Fróes
    Froés berlato associadas

    Erick Arruda
    erick.arruda@cacb.org.br
  • neusa@froesberlato.com.br
    Telefones:
    (51) 3388 6847 / (51) 9123 6847

    E-mail geral da imprensa: imprensa@cacb.org.br
    Contato: (61) 3321 1311