Brasil - 20 de setembro de 2017 - 15:23
17 de fevereiro de 2017 - 18:04

A história brasileira está mudando

Com ela, sugerem novos conceitos de gestão e definições de como políticos e empresários devem conviver. Os primeiros números da economia, neste ano, ressurgem com uma boa expectativa e ganham um certo otimismo. Reagem lentamente  as vendas do comércio, na área de serviços e também na indústria que, aos poucos, acelera o ritmo de suas máquinas de produção.O Brasil renasce em outras bases e já podemos sentir os alicerces muidando nas atitudes dos novos prefeitos, que assumiram em janeiro, mostrando como mudou as administrações e como gestão e respeito pelos recursos públicos ganham nova forma de atender às comunidades.

Tivemos que chegar ao fundo do poço para dar um novo impulso e um novo jeito de entender a política e a economia. Vejamos que a Operação Lava-Jato já decretou 188 prisões só em Curitiba. Foram assinados 71 acordos de delação premiada. Recuperou mais de 4 bilhões de reais em dinheiro roubado….(certamente uma fração do total arrecadado pela quadrilha). A Operação Lava-Jato, pelo que já fez até agora, mudou a história do Brasil e por esta razão, surge um medo real de que algum tipo de acordo político possa barrar sua continuidade. Estamos alertas!

Nosso sistema econômico é dinâmico e embalado num ambiente favorável. No entanto, precisamos brigar para que haja menos hostilidade para com quem investe e que os empreendedores possam crescer com garantias de menos burocracia,  mais crédito e novas leis trabalhistas porque a que está em vigor, prejudica os trabalhadores. Aliás, é preciso retomar os empregos também. Muito ainda falta a fazer. Mas precisamos conseguir combinar empresas com poder público e gerar inovações, recebendo os novos empreendimentos que surgem e modificam, até mesmo, muitos conceitos econômicos arraigados. O governo, sem dúvida, deve se limitar ao seu papel e nós, brasileiros, devemos ficar sempre atentos para evitar repetições…….

Deixe seu comentário
Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis
Revistas