Brasil - 22 de setembro de 2017 - 04:57
Notícias / COMPROMISSO
13 de julho de 2017 - 18:14

CACB pede pressa para votação do pedido de afastamento do presidente no plenário

Para a entidade, a economia não pode esperar até o fim do recesso parlamentar

A economia brasileira não pode esperar até o fim do recesso parlamentar para votar, em plenário, o pedido de afastamento do presidente da República. O rito da Câmara dos Deputados, para o Brasil, precisa ser rápido para que a economia não recue e a sangria do presidente Michel Temer não afete os indicadores econômicos que, aos poucos, se descolam da crise política.

Por esta razão, as entidades de classe, como a Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), sugerem que cada uma das 27 federações filiadas enviem mensagens às bancadas de seus estados pedindo urgência na votação em plenário.

O pedido será enviado nesta sexta-feira, pelo presidente da CACB, George Pinheiro, a todos filiados da entidade, presente nos 27 estados, abrangendo 2300 Associações Comerciais em todo País, que representam mais de 2 milhões de empreendedores.

Deixe seu comentário
Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis
Revistas