Brasil - 24 de julho de 2017 - 21:35
24 de fevereiro de 2017 - 13:53

CACB capacita dois tutores para curso à distância para consultores do Empreender

 

Atenção, consultores do Empreender! O curso EAD está cada vez mais próximo de ser lançado.

Nos dias 22 e 23 de fevereiro, a CACB formou dois consultores do Empreender com base na nova metodologia do programa. O objetivo era capacitar os dois profissionais como tutores do curso de Ensino à Distância (EAD) para consultores do Empreender, que será lançado ainda esse ano.

Devido à alta rotatividade dos consultores e ao recorrente ingresso de municípios no Empreender, há sempre a necessidade de novos profissionais para atuar em cada município. Assim, a CACB, com intuito de aumentar o alcance da capacitação de consultores e reduzir custos na formação presencial, promoverá o curso de EAD ainda em 2017.

Quem ministrou o curso de tutores foi a consultora da CACB, Yonara Medeiros, acompanhada do também consultor da CACB, Renato Rossi, do coordenador nacional do Empreender, Carlos Rezende, e do consultor especialista em núcleos internacionais da Sequa, Jordi Castán. A Sequa é parceira da CACB no desenvolvimento do AL-Invest 5.0, programa de cooperação internacional financiado pela União Europeia.

Os consultores e, a partir de agora, tutores selecionados para orientar o curso são Eraldo Luis Pasquini (PR) e Dayvison Alessandro Costa (MG). Ambos afirmam que o EAD irá complementar a qualificação dos profissionais do Empreender.

Segundo Dayvison, “é um trabalho importante, não só no âmbito econômico, mas também no social. Unindo o EAD ao treinamento presencial, os profissionais poderão realizar um trabalho melhor dentro das entidades”.

Eraldo acrescenta que o curso é um facilitador no processo de aprendizagem dos consultores: “o EAD rompe a barreira de distância. Com essa ferramenta, seremos capazes de multiplicar o número de consultores formados no Empreender”.

Curso à distância X Curso presencial

Atualmente, o curso para consultores é dado no formato presencial. No entanto, como explica o consultor da CACB, Renato Rossi, ele não está presente em todos os municípios onde o Empreender atua: “Infelizmente, não podemos oferecer aulas presenciais em todos os lugares e a toda hora, seja por uma questão de orçamento ou geográfica. O curso à distância preenche essa lacuna”.

“O curso EAD atende uma necessidade: reduz esforços para que o encontro presencial consiga focar em atividades mais práticas. Alguns conteúdos mais teóricos e conceituais podem ser abordados pela capacitação à distância.”, conclui Yonara.

O consultor da Sequa, Jordi Castán, destaca que o curso EAD não substitui o presencial, mas funciona como um complemento: “O conselheiro tem que estar em contato com os empresários, mas temos uma ferramenta que nos permite reduzir as horas de contato presencial sem perder a qualidade do acompanhamento. Vemos isso com bons olhos”.

Na reunião da CACB com a Sequa, que ocorreu nos dias 21 e 22 desse mês, foi discutida a possibilidade de criar uma versão em espanhol do curso EAD e transferir para outros países da América Latina. Quanto a isso, Jordi analisa: “é uma ferramenta nova, que precisa de ajustes, mas que possui um potencial grande e que seria fácil reproduzir fora do Brasil”.

O coordenador nacional do Empreender, Carlos Rezende, antecipa: “vamos avaliar alguns instrumentos que nos foram passados pela Sequa, não só para capacitação, mas também para acompanhamento dos núcleos setoriais no Brasil. Esses instrumentos são muito importantes e estão muito avançados na parte de sustentabilidade dos núcleos setoriais. É um acompanhamento que pode agregar muito ao que já fazemos no Brasil”.

A previsão da CACB é que a primeira turma seja iniciada em abril, com aproximadamente 15 alunos. O consultor interessado deve ficar atento ao site e às redes sociais do Empreender para acompanhar o lançamento.

Deixe seu comentário
Imprensa CACB - Jornalistas Responsáveis
Revistas